Portimonense sofre pesada derrota na Vila das Aves

Portimonense não conseguiu contrariar a boa organização defensiva do Aves, que aproveitou bem as oportunidades que criou

O Portimonense foi derrotado por 3-0 na Vila das Aves pelo Desportivo local, em jogo a contar para a 6ª jornada da I Liga. Os algarvios não tiveram argumentos para contrariar a aguerrida equipa nortenha, num jogo em que o capitão avense esteve em destaque, ao assinar um hat-trick.

O Aves entrou mais forte no jogo e cedo chegou ao golo. Aos oito minutos, na sequência de um canto, Defendi cabeceia ao poste e Vítor Gomes, na recarga, colocou a bola no fundo das redes.

O Portimonense demorava a encontrar-se no jogo, muito por culpa de uma boa dinâmica da equipa da casa. Basta dizer que o primeiro remate à baliza do Portimonense aconteceu aos 34 minutos.

Até lá, foram várias as vezes em que erros na construção ofensiva da equipa de Portimão deram azo a contra-ataques rápidos do Aves. No último quarto de hora da primeira parte, os algarvios  conseguiram equilibrar o jogo e até tiveram oportunidades para empatar, mas o intervalo acabou por chegar sem que o marcador se alterasse.

No segundo tempo, o Portimonense voltou a mostrar muitas dificuldades em chegar à zona de finalização e nem a irreverência de Nakajima, o mais inconformado dos algarvios, conseguia desatar o nó defensivo bem montado pelo Aves.

A equipa da casa, por seu lado, não desistiu de atacar e acabou mesmo por chegar ao segundo golo, aos 52 minutos. Desta vez, foi através de um lançamento lateral que a bola foi colocada na área do Portimonense. A defesa da equipa algarvia não foi capaz de aliviar a bola e, à segunda tentativa, Vítor Gomes bisou no jogo.

Já com a estrela Jackson Martinez em campo – esteve perto do golo ao minuto 72 – o Portimonense conseguiu subir mais no terreno, mas sem conseguir tirar dividendos desse seu maior ascendente.

Mas Vítor Gomes terá pensado que quem faz dois golos, pode fazer três e acabou por assinar o hat-trick aos 75 minutos. O médio do Aves estava no sítio certo, no coração da área, para receber  o cruzamento de Amilton e colocar a bola no fundo das redes, com um remate de cabeça.

Até final, os algarvios ainda procuraram o golo de honra, mas acabaram por não o conseguir.

Com este resultado, o Portimonense continua na cauda da classificação, com os mesmos quatro pontos do Aves, do Boavista e do Nacional.

Comentários

pub
pub