Mértola testa prevenção e emergência no Centro Histórico

Simulacro testou a capacidade de resposta em caso de incêndio no centro histórico da vila

Um exercício Live Exercise (LivEx), que consistiu em simular um incêndio urbano no centro histórico de Mértola, testou, no dia 18 de Outubro, o testou o Plano Especial de Emergência de Proteção Civil do centro histórico desta vila alentejana.

«Este e outros exercícios já promovidos em Mértola são a face mais visível das medidas de prevenção e eventuais respostas, na área da proteção civil, que a Câmara Municipal tem vindo a implementar no concelho», explica a autarquia em nota de imprensa.

Além de testar os meios e o papel de cada entidade em caso de catástrofe, estes exercícios «assumem grande importância na sensibilização da população para estas temáticas, assim como para a consciencialização do papel de cada um, seja na prevenção ou em situação real».

Participaram no exercício, a Proteção Civil Municipal, os Bombeiros de Voluntários de Mértola, a GNR, a Capitania do Porto de Vila Real de Santo António (que tem jurisdição no troço navegável do rio Guadiana), a Santa Casa da Misericórdia de Mértola, a Segurança Social e o CDOS de Beja.

O exercício teve como principal objetivo testar o Plano Especial de Emergência, bem como a capacidade de resposta e de mobilização dos meios, humanos e técnicos, das várias entidades envolvidas.

O Plano Especial de Emergência de Proteção Civil do Centro Histórico de Mértola foi aprovado pela Comissão Nacional de Proteção Civil, no ano de 2016, e entrou em vigor nesse mesmo ano.

Comentários

pub
pub