CCMar compra biossensor único na Península Ibérica

Este é «um dos equipamentos mais sensíveis, eficazes e precisos para a análise de interações moleculares e parâmetros biofísicos em tempo real», segundo o CCMar

O Centro de Ciências do Mar (CCMar) do Algarve adquiriu o primeiro biossensor switchSENSE da Península Ibérica. Este equipamento «abre novas potencialidades de investigação em diversas áreas e contribui para elevar a competitividade científica da região do Algarve».

«O biossensor adquirido pelo CCMar é um dos equipamentos mais sensíveis, eficazes e precisos para a análise de interações moleculares e parâmetros biofísicos em tempo real. Este tipo de análises é especialmente importante para quem faz investigação na área da biotecnologia, biomedicina, farmácia, bioquímica e até aquacultura», segundo o centro de investigação algarvio.

O equipamento ficará integrado na plataforma de serviços do CCMAR, ProtMAR. «Este biossensor vai certamente elevar a capacidade científica do CCMar, mas deve ser visto como um investimento de maior alcance – primeiro porque poderá também ser utilizado por toda a comunidade académica e industrial e, segundo, porque nos vai permitir identificar mais rapidamente novas biomoléculas de origem marinha com potencial para uso humano», segundo Deborah Power, investigadora do CCMar e professora na Universidade do Algarve.

Adquirido através do projeto EMBRC.PT, com o cofinanciamento do programa operacional CRESC Algarve 2020, gerido pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento do Algarve, o equipamento foi apresentado à comunidade académica e científica do Algarve no semana passada, «estando agora disponível para realizar análises inovadoras».

Comentários

pub
pub