A Shoya nipónica que quase só fala nos relvados

Há um ano, o jogador japonês do Portimonense estava avaliado em 800 mil euros. Hoje, vale 8 milhões.

Nakajima foi descoberto aos seis anos por Theodoro Fonseca, não está nas redes sociais e quando não está no relvado vai de carro conhecer Portugal.

A juntar a golos e assistências, há outro dado avassalador por detrás desta história. É o que diz que, quando chegou a Portimão, Shoya Nakajima estava avaliado pelo “Transfermarkt” em 800 mil euros e que hoje, um ano depois, o mesmo site diz que o internacional japonês vale… oito milhões. Também extraordinário é que ainda não houve um clube grande a convencer-se da realidade, algo que Theodoro Fonseca fez quando Shoya tinha seis anos.

Leia mais no Jornal de Notícias

Comentários

pub
pub