Sul Informação formaliza parceria com o Jornal de Notícias

A Rede de Notícias do JN junta media regionais (jornais, televisões e rádios) de todo o país, um por cada região

Assinatura de protocolos com a Rede de Notícias JN. O evento decorreu no Hotel Villa Galé, na cidade do Porto. Afonso Camões, director do Jornal de Notícias, e Elisabete Rodrigues, responsável pelo Sul Informação (Algarve).( Igor Martins / Global Imagens )

O Sul Informação assinou esta quarta-feira, dia 19, no Porto, um protocolo de parceria com o Jornal de Notícias, para a partilha mútua de conteúdos entre as duas publicações.

Na cerimónia, que decorreu no Hotel Vila Galé, participaram ainda os responsáveis pelos outros media regionais (jornais, televisões e rádios) de todo o país (um por cada região) que passam agora a dar corpo à nova Rede de Notícias.

Sendo o JN o segundo jornal diário mais lido no país – e o líder na região Norte – o seu site tem mais de 1 milhão de pageviews diárias.

Por isso, Elisabete Rodrigues, diretora do Sul Informação, salientou, na cerimónia, a importância que esta troca de conteúdos terá para o nosso jornal.

Na prática, o JN poderá usar, no seu site, edição impressa ou na versão e-paper, conteúdos do Sul Informação considerados relevantes para o seu público.

Também o Sul Informação poderá usar conteúdos do JN.

Aliás, como os leitores mais atentos já tinham percebido, esta parceria está em curso desde há pouco mais de um mês, a titulo experimental. Mas só ontem foi formalizada.

«Esta troca de conteúdos vai garantir ao JN histórias às quais, de outro modo, não teria acesso. E vai gerar mais visualizações para o Sul Informação, uma vez que o JN, na sua edição online, publica o nosso título, o lead e o segundo parágrafo, colocando depois um link para o nosso jornal, de modo a que o leitor tenha de clicar e ir parar às nossas páginas para ler o resto da notícia ou reportagem», explica Elisabete Rodrigues.

Mas a parceria irá ainda ser aprofundada, por exemplo através da realização de eventos e de publicações comuns ao JN e ao Sul Informação.

«Há duas palavras-chave que caraterizam este caminho: parceria, pois é isso que somos, parceiros uns dos outros, e partilha. Vamos partilhar conteúdos, nomeadamente textos, reportagens, crónicas e vídeos – muitos vídeos. Queremos que esses órgãos de comunicação regionais sejam uma extensão do Jornal de Notícias e que nós sejamos uma extensão dos nossos parceiros regionais», afirmou Afonso Camões, diretor do JN.

Veja aqui a reportagem em vídeo que o JN publicou da cerimónia

Fotos: Igor Martins/Jornal de Notícias

 

Comentários

pub
pub