Programa Nacional de Investimentos 2030 discute equipamentos estruturantes no Algarve

José Mendes, secretário de Estado Adjunto e do Ambiente, apresentou o documento na CCDRA em Faro

O período de recolha de ideias e contributos para o Programa Nacional de Investimentos 2030 (PNI2030) está a decorrer até 30 de Setembro, depois de o documento ter sido apresentado em Faro, pelo secretário de Estado Adjunto e do Ambiente, José Mendes.

No encontro na Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve (CCDR Algarve), o governante apontou os principais objetivos do PNI2030, evidenciando as especificidades da região e assumindo o compromisso do Governo para encontrar as melhores soluções para o desenvolvimento sustentável do Algarve.

Francisco Serra, presidente da CCDR Algarve,traçou os grandes desafios regionais para a próxima década, especificando os grandes desígnios nas áreas da Mobilidade e Transportes, Ambiente e Ação Climática e Energia, num esforço concertado com os agentes regionais e alinhadas com as prioridades estratégicas estabelecidas na primeira alteração do Programa Nacional de Política de Ordenamento do Território (PNPOT), nos termos da proposta de Lei aprovada no Conselho de Ministros de 14 de julho de 2018.

Nesta oportunidade, foram auscultados os representantes da AMAL – Comunidade Intermunicipal do Algarve, Região de Turismo do Algarve, Algarve STP – Parque de Ciência e Tecnologia do Algarve, AREAL – Agência Regional de Energia do Algarve, Associação Nacional de Jovens Empresários, AECOPS – Associação de Empresas de Construção e Obras Públicas e Serviços, AlgFuturo – União pelo Futuro do Algarve, ACRAL – Associação do Comércio e Serviços da Região do Algarve, AISHA – Associação dos Industriais Hoteleiros e Similares do Algarve e NERA – Associação Empresarial do Algarve, que partilharam as preocupações dos seus setores e manifestaram a sua concordância com as principais linhas estratégicas.

Além das instituições públicas e das associações empresariais que participaram nesta sessão, qualquer outra instituição, empresa ou cidadão pode dar o seu contributo até 30 de Setembro, o qual deve ser apresentado aqui.

Na sequência da apresentação Estratégia Portugal 2030, feita pelo primeiro-ministro António Costa em Janeiro, a CCDR Algarve promoveu seis sessões públicas em Faro, Vila Real de Santo António, Loulé e Portimão, registando a participação de mais de 250 empresas e cidadãos, durante as quais foi efetuado um diagnóstico do estado da região e foram recebidos mais de 1300 contributos.

Comentários

pub
pub