Loulé lança ano letivo com oferta de manuais e onze novas salas de aula

Só em manuais escolares, fichas de atividade e outro material didático para oferecer aos alunos foram investidos 810 mil euros

Em Loulé, o ano letivo começou com onze novas salas de aula e com a entrega de manuais gratuitos aos alunos. Segunda-feira, o primeiro dia de aulas, foi aproveitado pelo executivo camarário para fazer um périplo pelas escolas do concelho e ajudar a entregar livros aos alunos.

Em 2018, os alunos do 1º ao 6º ano de todo o país foram presenteados pelo Ministério da Educação com os manuais escolares de todas as disciplinas. Mas a Câmara de Loulé decidiu complementar esta oferta e dar aos alunos os livros de atividades. «Foram ainda distribuídos dicionários aos alunos do 2º ano e gramáticas para o 3º ano», revelou a autarquia louletana.

A Câmara também ofereceu os manuais escolares e as fichas de atividades «a todos os alunos do 3º Ciclo da rede pública (7º, 8º e 9º anos). Os estudantes receberam, ainda «a banda desenhada “Reportagem Especial – Adaptação às alterações climáticas em Portugal”, de Bruno Pinto (argumento), Penim Loureiro (desenho) e Quico Nogueira (cor), dedicada a uma matéria de grande importância para as políticas municipais em Loulé».

No total, foram abrangidos por esta iniciativa 7280 alunos das escolas públicas do concelho (3268 do 1º Ciclo, 1723 do 2º Ciclo e 2289 do 3º Ciclo), totalizando 60399 manuais/fichas entregues. Esta iniciativa significou um investimento de mais de 810 mil euros por parte do Município.

A oferta de livros não foi o único investimento feito pela autarquia, neste arranque do ano escolar.

A Câmara de Loulé investiu no alargamento da rede escolar «com a abertura de 11 novas salas de aula: três salas de 3º Ciclo na Escola EB 2,3 Engº Duarte Pacheco, uma sala de 3º Ciclo na Escola EB 2,3 Padre João Coelho Cabanita, duas salas de 3º Ciclo na Escola EB 2,3 S. Pedro do Mar, duas salas de 1º Ciclo na Escola EB1/JI D. Francisca de Aragão, uma sala de 1º Ciclo na Escola EB1/JI da Abelheira, uma sala de Jardim de Infância na EB da Estação, uma sala de Jardim de Infância na EB de Alte.

«É para o executivo que lidero uma prioridade o sucesso dos nossos alunos, pelo que contribuímos ativamente, criando as condições necessárias para que possam ter igualdade de oportunidades e de acesso. É um forte compromisso com a nossa comunidade”, sublinhou Vítor Aleixo, presidente da Câmara de Loulé, que também ajudou a entregar os manuais aos alunos.

Comentários

pub
pub