Câmara de Almodôvar integrou nos quadros 26 precários

Autarquia diz que, desta forma, irá «assegurar a estabilidade de 26 famílias através da empregabilidade municipal»

A Câmara de Almodôvar integrou nos seus quadros de pessoal, a título definitivo, 26 colaboradores que até agora tinham vínculos precários com o município. A autarquia deu, desta forma, cumprimento ao estipulado no PREVPAP – Programa de Regularização de Vínculos Precários na Administração Pública.

Ao todo, foram abertas 27 vagas, para integração de outros tantos trabalhadores que mantinham vínculos precários com a Câmara, mas «uma das pessoas abrangidas pelo PREVPAP, rejeitou, por opção sua, essa mesma integração».

«Este é um esforço financeiro suplementar que a Câmara de Almodôvar faz, regularizando a precariedade, para assegurar a estabilidade de 26 famílias através da empregabilidade municipal», enquadrou a autarquia almodovarense.

Além de permitir ao município «manter as respostas de serviços com eficiência e ajustadas às necessidades da população do concelho», a integração destes trabalhadores também vem «ajudar na fixação de pessoas no nosso concelho e, ao mesmo tempo, ajudar a crescer a nossa economia local nas suas mais diversas vertentes, desde o pequeno comércio, aos serviços e ao mercado imobiliário».

O presidente da Câmara de Almodôvar António Bota mostrou-se feliz por estes trabalhadores «terem agora uma estabilidade pessoal e familiar, o que não acontecia antes», salientando o facto de «a Câmara colaborar em tempo record para regularizar situações que afetam a estabilidade emocional e financeira dos colaboradores».

Comentários

pub
pub