Presidente Marcelo até comprou uma boina na Fatacil

A Fatacil, a mais importante feira a sul do Tejo, foi esta sexta-feira inaugurada pelo Presidente da República

O Presidente da República Marcelo Rebelo de Sousa comprou hoje uma boina na Fatacil, que lhe custou 10 euros, pagos do seu bolso. «Há muito tempo que andava à procura de uma boina destas», disse ao vendedor do stand, que até queria oferecer-lha. «Não posso aceitar, não posso!», disse-lhe o Presidente. E pouco depois até mostrou aos jornalistas, que tudo filmaram, fotografaram e gravaram, o talão da venda, com os 10 euros pagos lá marcados.

Mas o Presidente da República, que esta sexta-feira inaugurou a Fatacil, em Lagoa, tirou também muitas selfies e até ensinou uma senhora, que com ele queria tirar uma fotografia, a usar o telemóvel para o fazer.

Marcelo Rebelo de Sousa percorreu a feira aos ziguezagues, arrastando atrás de si os seguranças, os jornalistas, presidentes de Câmara e vários responsáveis regionais, bem como muitos curiosos, numa verdadeira visita relâmpago.

Pelo meio, teve tempo de cumprimentar muita gente, de dar dúzias de beijinhos ou dois dedos de conversa com os vendedores nos stands. Provou ginjinha – «isto é muito forte a esta hora!», comentou -, degustou presunto de Monchique, cortado bem fininho no stand de Evangelista Oliveira, a quem abraçou quando viu que se tratava de um produtor do concelho mais atingido pelos fogos.

E ainda corrigiu o letreiro do stand, onde, em vez de Evangelista, está escrito Evengelista. «O senhor chama-se Evengelista, com “e”? Ou Evangelista?», perguntou. «Evangelista, senhor Presidente», respondeu o visado. «Então tem de corrigir aquilo, está mal escrito», apontou o Chefe de Estado.

A culminar o périplo de hora e meia pela Fatacil, que percorreu quase de fio a pavio a grande velocidade, o Presidente da República chegou finalmente ao espaço de restauração do Algarve, onde estava posta e à sua espera, a mesa com a qual Lagoa concorre às 7 Maravilhas. Marcelo provou as lulas recheadas, um dos pratos típicos do concelho que integram a mesa a concurso.

E depois dirigiu-se aos vinhos, onde se serviu a si próprio, serviu ainda um copo para o presidente da Câmara de Lagoa e outro para o diretor regional de Agricultura.

Nessa zona, o Presidente Marcelo foi brindado pela atuação da tuna Estudantina Feminina de Coimbra, bem afinada, que ouviu com atenção. No fim, houve tempo para uma foto de grupo.

E daí até à saída da Fatacil, com várias paragens para beijinhos, selfies e conversas rápidas, foi um ápice.

Um casal de turistas franceses, espantado pela presença de tantas câmaras de televisão e fotógrafos, perguntou à repórter do Sul Informação: «Quem é este senhor?». «É o Presidente da República Portuguesa». A boca dos turistas abriu-se de espanto: «E anda assim, sem segurança, no meio desta gente toda?», questionou o francês. «Isto é Portugal! E é o Presidente Marcelo», respondeu um português que assistia à conversa.

Comentários

pub
pub