Plano de Pormenor do Parque Empresarial de São Brás já está em vigor

Parque empresarial será instalado na Mesquita Baixa

O Plano de Pormenor do Parque Empresarial de São Brás de Alportel entrou em vigor na passada sexta-feira, 17 de Agosto, depois de ter sido publicado em Diário da República. A Câmara Municipal classifica o projeto como «estratégico para o desenvolvimento económico do município».

A autarquia realça que «o concelho de São Brás de Alportel conta assim com mais uma ferramenta de desenvolvimento económico, denominado Plano de Pormenor do Parque Empresarial».

O terreno localiza-se na zona da Mesquita Baixa, confinante com a estrada 517, com 18ha, organizados em 25 parcelas para comércio, serviços e indústria, e contemplando ainda uma outra parcela para equipamento multiusos. A área potencial de construção é de cerca de 36.000m2, sendo a média de construção permitida por parcela de 1.200m2, com três pisos (um deles em cave).

Este instrumento de planeamento territorial «integra uma forte componente ambiental, salvaguardando fauna, flora e sistema hídrico locais, prevendo também a monitorização da componente arqueológica e acústica», realça a autarquia.

O executivo são-brasense considera que este é «um projeto estruturante do projeto de desenvolvimento económico do Município, que contribuirá decisivamente para o reforço da Rede Empresarial do concelho, tendo por objetivo impulsionar a economia, mediante a atração de investimentos, a criação de emprego e geração de riqueza, nesta área de acolhimento empresarial, dirigida a indústria, comércio e serviços».

«Após percorrido um longo percurso burocrático, e fruto de um empenhado trabalho da Divisão Técnica Municipal», o plano de pormenor foi aprovado na Câmara Municipal, a 12 de Junho, por maioria, com os votos a favor dos eleitos pelo PS e com a abstenção de Lucibel Viegas, em substituição do vereador Bruno Costa, eleito pela coligação PPD/PSD.CDS-PP.PPM.MPT.

Depois de ter passado pelo período de consulta pública, foi também aprovado pela Assembleia Municipal, a 10 de Julho, por maioria, com os votos a favor da bancada do PS e a abstenção dos eleitos das bancadas do PSD, CDS e CDU.

A próxima fase de implementação, segundo a autarquia, «passará, por um lado, pelos projetos de execução das obras de urbanização com implementação e reforço de infraestruturas e, por outro lado, pelas obras particulares, pelo que qualquer interessado deve dirigir-se à Divisão Técnica Municipal da Câmara Municipal e encetar o processo de execução do Plano de Pormenor».

Poderá ainda ser contactada a Divisão por correio eletrónico para camara@cm-sbras.pt ou du@cm-sbras.pt. Mais informações estão disponíveis aqui.

Comentários

pub