Homem mata mulher em Portimão e fica em prisão preventiva

Mulher acabou por morrer no hospital, após as agressões

Um homem, de 47 anos, sobre o qual recaem «fortes suspeitas» de ter matado a mulher, em Portimão, ficou em prisão preventiva. 

Segundo a Polícia Judiciária, a agressão ocorreu «no passado dia 20 de Julho, no interior da própria habitação, num cenário de alcoolismo crónico, ambiente conflituoso» e violência doméstica.

O suspeito, que morava com a vítima, agrediu-a na cabeça e face, causando-lhe hematomas intracranianos que a conduziram à morte, horas depois de ser internada no hospital.

O detido, de 47 anos de idade, é desempregado.

Comentários

pub
pub