FolkFaro traz grupos folclóricos de quatro Continentes ao Algarve e Alentejo

O FolkFaro vai trazer grupos folclóricos de quatro Continentes ao Algarve e ao Alentejo já a partir de amanhã, dia […]

O FolkFaro vai trazer grupos folclóricos de quatro Continentes ao Algarve e ao Alentejo já a partir de amanhã, dia 18 de Agosto. Até dia 26 de Agosto, a capital algarvia é o centro nevrálgico deste festival, mas os grupos convidados também vão passar em Loulé, Olhão, São Brás de Alportel, Albufeira, Tavira e Vidigueira, entre outras localidades.

Amanhã, sábado, o festival começa com a tradicional Gala de Abertura, a ter lugar no Teatro das Figuras, às 21h30. A partir daqui, o público pode contar com «nove intensos dias, repletos de espetáculos e inúmeras atividades», segundo a Câmara de Faro, que apoia este evento organizado pelo Grupo Folclórico de Faro.

Nesta edição, são esperados mais de 300 participantes, entre bailadores e músicos, que «irão mostrar a riqueza das tradições populares das suas terras».

E são muitos os países que estarão representados, desde logo Portugal, que será representado por grupos de diversas regiões.

De fora, chegam o Ensemble Aytugan, da cidade de Ufa, na Basquíria, o Beijing Dance Academy (Pequim, China), o Ensemble Zagreb-Markovac (Zagreb, Croácia), o Pyramids Folk Group (Cairo, Egito), o Ritmos Del Tiempo (Surco-Lima, Perú) e o Folklore Group Varenka (Saratov, Rússia)

«Para além destes grupos internacionais a tempo inteiro, haverá participações pontuais de mais três grupos internacionais: Panamá Canta y Baila (Panamá), Group Rioni (Geórgia) e Ballet Jammu (Senegal).

De Portugal, além do Grupo Folclórico de Faro – Adulto, Infantil e Cancioneiro -, marcarão o Grupo de Danças e Cantares dos Pioneiros de Vendas Novas, o Grupo Académico de Danças Ribatejanas, o Grupo de Danças e Cantares Besclore (Minho), o Rancho Folclórico da Figueira (Portimão) e o Rancho Folclórico de S. B. Messines.

Estes grupos vão mostrar-se todas as noites, entre os dias 19 e 26 de Agosto, no palco instalado no Passeio da Doca, na Baixa de Faro.

«Em cada uma dessas noites, atuarão sucessivamente os diversos grupos estrangeiros, e também haverá lugar a outras expressões artísticas com algumas participações especiais: Clube de Danças João de Deus e Associação S. Brás Bailando, Afonso Dias e Amigos com “Andanças & Cantorias”, e Sandra Cristo (Hino do FolkFaro – “Unidos Por Um Laço”», revelou a autarquia.

Mas os grupos convidados também vão marcar presença noutros locais, garantindo «um programa descentralizado e inclusivo.

«O FolkFaro apresenta ainda diversos espetáculos nas freguesias de Faro e nos concelhos de Loulé, Olhão, São Brás de Alportel, Albufeira, Tavira e Vidigueira, num total de 15 localidades. Diversos grupos do FolkFaro participarão nos festivais de Moncarapacho e da Luz de Tavira, em parceria com os grupos folclóricos locais», diz a Câmara de Faro.

Também haverá animação de rua na baixa e no Mercado Municipal, assim como os desfiles dos grupos da Pontinha ao Passeio da Doca, em Faro, e animação musical na “Tertúlia Algarvia”na Vila-Adentro farense.

A componente social será garantida por programas especiais. O folclore será levado junto dos idosos de diversas instituições e dos reclusos do Estabelecimento Prisional, bem como das crianças, na Biblioteca e no Refúgio Aboim Ascensão.

Comentários

pub
pub