Espaços Móveis Cidadão já estão a apoiar as populações afetadas pelo incêndio de Monchique

Unidades Móveis prestam serviços de vários organismos públicos e vão ao encontro da população nas freguesias afetadas

Duas viaturas do Espaço Móvel Cidadão começaram ontem a circular, nos concelhos de Monchique, Odemira, Portimão e Silves, para «disponibilizar às populações que tenham mais dificuldade em deslocar-se, um conjunto de serviços porta-a-porta, em várias áreas da Administração Pública».

Serão percorridas seis freguesias, num total de 61 localidades, numa ação que se estende até ao dia 23 de Agosto, «altura em que haverá uma reavaliação das necessidades e ajuste dos itinerários, se necessário», salienta o Instituto da Segurança Social.

As unidades móveis estão devidamente sinalizadas, sendo o atendimento assegurado por diversos técnicos da Administração Pública, procurando identificar e apoiar situações desencadeadas pelos efeitos do incêndio.

Todo este trabalho está a ser feito «em estreita ligação com as Câmaras Municipais».

Assim, no concelho de Monchique, as unidades móveis estão presentes nos dias 16 e 20, em Alferce, e nos dias 17,21,22 e 23, em Monchique.

O concelho de Silves é percorrido pelas unidades móveis nos dias 16 e 17, Portimão, no dia 20, e Odemira, no dia 21.

As equipas presentes no terreno estão «devidamente identificadas», acrescenta o ISS.

 

Apoios disponíveis:

Agência para a Modernização Administrativa – Informação e emissão de certidões; Informação sobre a situação dos veículos ardidos; Renovação da Carta de Condução; Emissão do Registo Criminal; Emissão de Chave Móvel Digital (importante para suprir falta do Cartão do Cidadão a quem tenha ficado sem ele); Entrega de despesas médicas da ADSE para reembolso, entre outros.

Direção Regional de Agricultura e Pescas do Algarve – Diagnóstico e Levantamento de situações.

Instituto da Habitação e da Reabilitação Urbana – Levantamento das situações de carência habitacional, em articulação com a Câmara Municipal competente, e prestação das informações necessárias para obtenção do apoio financeiro destinado à resolução dessas situações, através do programa Porta de Entrada.

Instituto da Segurança Social – Apoio e acompanhamento social, de forma a poder tratar de subsídios eventuais, prestações sociais, sinalização para apoio médico e psicológico e encaminhamento para os respetivos serviços de saúde.

Instituto do Emprego e Formação Profissional – Levantamento de situações de desemprego e empresas afetadas na sequência do incêndio, em articulação com os serviços da Segurança Social.

Instituto dos Registos e do Notariado – Pedido de Cartão de Cidadão e Pedido de 2ª via de Documento Único Automóvel.

 

Também já tinham sido disponibilizadas 4 linhas telefónicas específicas de apoio, para informação genérica e encaminhamento/agendamento de atendimento:

Monchique – 300 518 518
Odemira – 300 512 950
Portimão – 300 515 290
Silves – 300 516 050

Comentários

pub
pub