Enoturismo tem «cada vez mais adeptos» no Algarve

Vai ser lançada aplicação móvel que mostra o mapa da Região Vitivinícola

Foto: Vico Ughetto | CVA

O enoturismo é um produto que tem vindo a ganhar «cada vez mais adeptos» no Algarve, segundo a Comissão Vitivinícola do Algarve (CVA). 

Em comunicado, a CVA diz que esta tem sido uma das suas apostas, passando «pela dinamização das visitas às quintas e adegas da região, no sentido de tirar partido dos milhares de visitantes que escolhem o Algarve para férias».

É com esta premissa da divulgação dos produtores e das potencialidades enoturísticas do Algarve que a CVA lançou, no início deste ano na BTL, no stand do Turismo do Algarve, o Mapa da Região Vitivinícola do Algarve.

Distribuído de forma gratuita, em colaboração com a Região de Turismo do Algarve, nos postos de turismo e também através de outros promotores turísticos, o mapa é uma forma prática e acessível para qualquer visitante encontrar a localização de todos os produtores regionais, o seu contacto e serviços associados, desde as provas, à venda e visitas guiadas.

A par desta distribuição generalizada, «os produtores algarvios começam a apostar também no enoturismo de forma consistente e com programas próprios», segundo a CVA.

Com a aproximação das vindimas, são várias as opções possíveis, sendo um dos exemplos a parceria da Quinta da Tôr com a Câmara de Loulé, que integra as vindimas no seu projeto Loulé Criativo, visando a promoção da identidade do território, através da participação em atividades diversas.

O programa não inclui só trabalho na vinha, mas também o tradicional convívio vinícola, sobretudo ao almoço, com produtos e vinho do Algarve, aliados depois à parte prática de fazer o vinho de forma tradicional com a pisa a pés dos cachos já na adega.

Estes tipos de propostas começam a surgir de forma regular e generalizada na região, «sendo mais o enoturismo um produto que ganha cada vez mais adeptos e que não pode passar ao lado de uma região que já por si é das mais visitadas e que necessita aproveitar esse fluxo para diversificar a oferta».

Neste sentido, a CVA está também a preparar uma aplicação móvel, a lançar até ao final do ano, que irá permitir o acesso de forma sempre atualizada e geolocalizada, não só das informações que constam do referido mapa da Região Vitivinícola, mas associando-a aos locais de comercialização de vinho do Algarve, juntamente com notícias e eventos associados à marca Vinhos do Algarve.

Comentários

pub
pub