Caminhada arqueológica ao luar liga Salir à villa romana da Torrinha

Polo Museológico de Salir é o ponto de encontro para esta caminhada pelo património, iluminada pela luz do luar

Um percurso de Salir ao sítio da Torrinha, no interior do concelho, é a proposta para mais uma caminhada cultural arqueológica sob o mote “Património ao Luar”, marcada para dia 25 de Agosto, numa iniciativa do Museu Municipal de Loulé.

O ponto de encontro, às 21h00 desse sábado, será o Polo Museológico de Salir. A caminhada, acompanhada por arqueólogo e outros conhecedores da história e das histórias daquela vila e arredores, tem uma extensão de sete quilómetros e uma dificuldade média.

Iluminados pela luz da lua, os participantes vão caminhar à noite e conhecer vários sítios arqueológicos no vale de Salir. Neste percurso, irão conhecer o local onde se descobriu o menir pré-histórico do Serro das Pedras, os vestígios de época romana da villa da Torrinha, perceber a importância de Salir em época islâmica, patente no Polo Museológico, e o sítio onde se encontrou uma inscrição funerária, bem como ver muros que se mantêm desde a época medieval.

Todos estes vestígios revelam a importância deste vale agrícola, ainda hoje muito fértil, e por onde passaram caminhos milenares que ligam todo o interior do Algarve e a região a Norte e a Sul.

Ao longo do percurso, os caminhantes também irão ver um vasto património etnográfico.

Esta caminhada pretende descobrir Loulé e o seu rico Património Cultural, fazendo parte das atividades associadas à exposição de arqueologia “Loulé: Territórios, Memórias, Identidades”, patente, em Lisboa, no Museu Nacional de Arqueologia.

Para a caminhada, a organização aconselha que se leve água, sapatos confortáveis, bem como lanterna e colete refletor.

Para mais informações ou para fazer a inscrição, que é gratuita mas obrigatória, deve contactar-se o email servicos.educativos@cm-loule.pt ou o telefone 289400611.

Comentários

pub
pub