Uma Rota da Sardinha bem sucedida e muito saborosa

A sardinha foi o mote, no passado sábado, para mais um passeio cultural e gastronómico do Grupo de Amigos do […]

A sardinha foi o mote, no passado sábado, para mais um passeio cultural e gastronómico do Grupo de Amigos do Museu de Portimão (GAMP), ao qual se juntaram amigos franceses da Alliance Francaise do Algarve.

O passeio, que contou com a presença de mais de 60 pessoas, fez-se pelas margens do rio Arade, à descoberta de um interessante percurso da sardinha, desde a Docapesca, passando pela sua transformação em novas conservas artesanais e terminando numa saborosa sardinhada na zona ribeirinha de Portimão.

Após passagem pelo cais onde diariamente se faz a descarga do peixe, seguiu-se uma esclarecedora sessão no interior das instalações da Docapesca, acerca de todos os passos que aí se desenvolvem, para realização do leilão eletrónico de venda e compra dos diversos tipos de pescado.

A Conserveira do Arade, ali bem perto na zona do Pateiro/Parchal, foi o local seguinte, escolhido para perceber e saborear como, através de um curioso processo artesanal em fracos de vidro e já não em latas, foi possível, nesta antiga área fabril e industrial, o renascimento das conservas de sardinha, de atum, cavala e carapau.

Seguiu-se a aguardada sardinhada, num dos restaurantes junto às pontes de ferro do Arade, que seria o culminar desta rota piscícola do GAMP. A prova final para o avaliar das excelentes qualidades deste popular e saudável peixe, foi realizada com distinção.

 

Comentários

pub
pub