Equipas algarvias apostam nas “estrelas” para ganhar a Volta

Equipas algarvias vão tentar destronar a favorita W52-FC Porto

Vicente de Mateos e Luís Mendonça, do Louletano-Aviludo, Joni Brandão, Marque e Nocentini, do Sporting-Tavira, são as apostas das equipas algarvias para tentar vencer a Volta a Portugal em bicicleta que sai para a estrada esta quarta-feira, 1 de Agosto, no prólogo inicial. 

A equipa favorita à vitória volta a ser a W52- FC Porto que tem, nas fileiras, o vencedor da edição passada, o espanhol Raul Alarcón, e outros corredores como Gustavo Veloso, que também já venceu a Volta.

Só que o Sporting-Tavira também quer discutir a vitória na competição e até tem «três ciclistas com capacidade» de vencer a Volta, como admitiu ao Sul Informação Vidal Fitas, diretor desportivo da equipa.

Vicente de Mateos

E são eles Joni Brandão, que comanda o ranking da Associação Portuguesa de Ciclistas Profissionais (APCP), Alejandro Marque, vencedor em 2013 da Volta, e Rinaldo Nocentini, o italiano que chegou a ser camisola amarela no Tour de França, de 2009, durante oito etapas.

Do lado do Louletano, a grande aposta vai para Vicente de Mateos, corredor espanhol, que foi 3º na Volta a Portugal do ano passado. Luís Mendonça, vencedor da Volta ao Alentejo, também poderá espreitar uma oportunidade para brilhar na emblemática prova de ciclismo. 

No total, vão disputar a Volta, até 12 de Agosto, 21 equipas (11 portuguesas e 10 estrangeiras), numa 80ª edição que terá 10 etapas. Um dos aliciantes é o regresso da prova ao Algarve, com a chegada da 1ª tirada a Albufeira, já esta quinta-feira, 2 de Agosto. 

Joni Brandão

É um regresso à região, 19 anos depois, para uma etapa que também passa pelo Alentejo.

Segundo Joaquim Gomes, diretor de prova, esta «é uma Volta que, além do regresso ao Algarve e ao Alentejo, será marcada pelo regresso da Covilhã e da Serra da Estrela, que se junta a Mondim de Basto e Fafe, como os dias mais decisivos».

 

Foto: Depositphotos

Comentários

pub
pub