Claustros do Museu de Faro exibem mostra de cinema ao ar livre

Os claustros do Museu de Faro vão transformar-se em sala de cinema, nos meses de Julho e Agosto, em mais […]

Os claustros do Museu de Faro vão transformar-se em sala de cinema, nos meses de Julho e Agosto, em mais uma mostra de filmes ao ar livre.

No total são 10 sessões (a primeira realizou esta segunda-feira, 2 de Julho), a acontecer nos dias 5, 9 e 12 de Julho e 9, 13, 16, 20, 23 e 27 de Agosto, sempre às 22h00, com organização do Cineclube de Faro.

Todos os filmes são antecedidos de uma curta-metragem em diálogo com o filme principal. A próxima sessão, por exemplo, no dia 5, exibe a curta “A Brief History of Princess X”, de Gabriel Abrantes, seguida do filme “Gauguin”, do realizador Edouard Deluc.

Esta mostra inclui, ainda, no dia 16 de Agosto, o filme “Um Desastre de Artista”, de James Franco, ou a “Cidade Perdida de Z”, do realizador James Gray, a 20 do mesmo mês.

Tudo termina, no dia 27 de Agosto, com “Eu, Tonya”, de Craig Gillespie. Para consultar o programa completo, clique aqui.

Durante as sessões da mostra de cinema ao ar livre, os sócios do Cineclube de Faro poderão adquirir os apoios (1 euros por sessão) e/ou regularizar a sua situação.

O público em geral poderá usufruir de vantagens na compra antecipada de um conjunto de bilhetes: passe de Julho, com quatro sessões, por 10 euros, passe para Agosto, com seis sessões, por 15 euros, ou o passe completo, com 10 sessões, por 20 euros.

Qualquer pessoa pode associar-se ao Cineclube de Faro online, mas, se preferir, pode fazê-lo presencialmente nas sessões desta mostra.

Para tal, bastará preencher a ficha de inscrição, disponibilizada na bilheteira, trazer duas fotos tipo passe, pagar a anuidade de 30 euros e os 5 euros de apoios (5 bilhetes/5 sessões) para começar a frequentar as atividades a um preço reduzido.

Comentários

pub
pub