Universidade do Algarve foi aos Estados Unidos e trouxe consigo muitos acordos

A Universidade do Algarve (UAlg) esteve nos Estados Unidos da América (EUA) a divulgar as suas atividades de ensino e […]

A Universidade do Algarve (UAlg) esteve nos Estados Unidos da América (EUA) a divulgar as suas atividades de ensino e investigação entre 28 de Maio e 12 Junho. Representantes da academia algarvia celebraram vários acordos num périplo que passou por Filadélfia, Miami, Califórnia, Boston, Providence e New Bedford.

Alexandra Teodósio, vice-reitora para a Investigação e Internacionalização, e Marleni Azevedo, coordenadora do Gabinete de Relações Internacionais e Mobilidade, as representantes da UAlg, marcaram presença «na maior conferência internacional de Educação a nível superior, a NASFA 2018, que decorreu em Filadélfia, de 28 a 30 de Maio», segundo a universidade algarvia.

«Neste âmbito, foram realizadas reuniões com diferentes universidades da América do Sul, para potenciar e celebrar novos protocolos de cooperação. Finalizou-se um acordo geral com a Universidad de EAFIT, na Colômbia. Ainda, durante o evento procedeu-se à assinatura do protocolo com a University of Maryland Baltimore County, e acordou-se a realização de um evento conjunto luso-americano na área da inovação pedagógica no ensino superior», acrescentou a UAlg.

Seguiu-se, a 4 e 5 de Junho, uma visita à Florida International University, em Miami, onde foram estabelecidos contactos com várias unidades orgânicas, em várias áreas de ensino e investigação, similares à Universidade do Algarve, «de forma a preparar projetos futuros de mobilidade de estudantes, pessoal docente e não docente (ERASMUS plus, FLAD, Fulbrigth) entre as duas Universidades».

As representantes da UAlg estiveram, ainda, na Califórnia, mais concretamente a University of California, Davis (UC Davis) e a Bodega Bay Lab Institute, de 6 a 8 de Junho. «Redigiu-se um protocolo de cooperação geral e analisaram-se formas concretas de intercâmbio de estudantes de doutoramento, em unidades curriculares transversais, que serão desenvolvidas em comum entre os programas das duas universidades», revelou a UAlg.

A Universidade do Algarve também integrou várias iniciativas no âmbito do “Month of Portugal in US”, tendo marcado presença no “Portugal-US Higher Education Forum”, nos dias 1 e 2 de Junho, que decorreu na Embaixada de Portugal em Washington, e contou com a presença de várias personalidades, entre as quais a secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Fernanda Rollo. Nesta ocasião, «a UAlg expôs as suas valências e estendeu as possibilidades de cooperação com outras universidades americanas, na área do ensino do português e da sustentabilidade ambiental».

Nos dias 10 e 11 de Junho, Alexandra Teodósio e Marleni Azevedo participaram nas comemorações do Dia de Camões, de Portugal e das Comunidades Portuguesas nos EUA, que contaram com a presença de Marcelo Rebelo de Sousa e do primeiro-ministro António Costa.

No dia 11, a vice-reitora da UAlg foi uma das signatárias de um Memorando de Entendimento entre o Camões – Instituto da Cooperação e da Língua, as Universidades do Algarve, Minho, Porto, Aveiro e Coimbra e a Universidade de Massachusetts – Dartmouth.

Este périplo realizou-se no âmbito do projeto “Algarve is Our Campus – Study and Research in Algarve”, cofinanciado pelo Programa Operacional Regional do Algarve – CRESC Algarve 2020, através do Sistema de Apoio a Ações Coletivas – Internacionalização, que tem como objetivo promover e reforçar a notoriedade e atratividade da Universidade do Algarve e da Região, através da implementação de ações que visam a internacionalização e o consequente aumento do número de estudantes, docentes e investigadores internacionais.

 

Fotos: Universidade do Algarve

Comentários

pub
pub