Hubel vence prémio de “Local de Trabalho Saudável”

A Hubel, sediada em Pechão (Olhão), foi uma das empresas distinguidas com o Prémio Healthy Workplaces 2017 [Locais de Trabalho […]

A Hubel, sediada em Pechão (Olhão), foi uma das empresas distinguidas com o Prémio Healthy Workplaces 2017 [Locais de Trabalho Saudáveis], promovido pela Ordem dos Psicólogos Portugueses, ficando em 3º lugar na categoria de Pequenas e Micro Empresas.

Nesta categoria, o Estabelecimento Vila Mar ficou em 1º lugar e as Clínicas Leite em 2º.

Na categoria de Grandes Empresas, o Instituto Nacional de Estatística arrecadou a 1ª posição, a BorgWarner Emissions Systems a 2ª e a Climex a 3ª, enquanto a Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo EPE recebeu uma Menção Honrosa.

Nas Médias Empresas venceram o Instituto de Irmãs Hospitaleiras do Sagrado Coração de Jesus (1º) e a Philips (2º).

A Hubel tem «mais de 175 colaboradores e desenvolve a sua atividade nas três áreas de negócio do Grupo: Indústria da Água; Nutrição Vegetal e Métodos Produtivos; Automação, Comunicação e Internet of Things».

O prémio será entregue à Hubel esta quinta-feira, 7 de Junho, na sede da empresa, em Pechão (Olhão), por Teresa Espassandim, membro da direção da Ordem dos Psicólogos Portugueses (OPP).

Este prémio, promovido pela OPP, «visa incentivar e divulgar as melhores orientações e práticas em Portugal em matéria de segurança, saúde e bem-estar  ocupacional», explica a Hube em nota enviada às redações.

O galardão enquadra-se no âmbito da parceria com a EU-OSHA (Agência Europeia para a Segurança e Saúde no Trabalho) e ACT (Autoridade para as Condições do Trabalho), contando com o apoio da DGS (Direcção-Geral de Saúde), IEFP (Instituto de Emprego e Formação Profissional), AEP (Associação Empresarial de Portugal), CCP (Confederação do Comércio e Serviços de Portugal), CIP (Confederação Empresarial de Portugal), UGT (União Geral de Trabalhadores), CAP (Confederação dos Agricultores de Portugal) e CTP (Confederação do Turismo Português).

O Healthy Workplaces 2017 conta ainda com o patrocínio do ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, e de Vieira da Silva, ministro da Solidariedade, Emprego e Segurança Social.

Comentários

pub
pub