Greve de professores cancela reuniões de avaliação em escolas do Algarve

Uma greve de professores está a cancelar reuniões de avaliações em escolas do Algarve, como Quarteira e Portimão. O Sul […]

Créditos: Depositphotos

Uma greve de professores está a cancelar reuniões de avaliações em escolas do Algarve, como Quarteira e Portimão.

O Sul Informação sabe que foram canceladas reuniões na Escola Secundária Laura Ayres, em Quarteira, bem como nos Agrupamentos da Bemposta e Poeta António Aleixo, em Portimão, devido à greve, convocada pelo Stop (Sindicato de todos os Professores).

Esta é a primeira greve do Stop, o 23º sindicato de professores e que foi criado no início deste ano.

A paralisação, que se estende até 15 de Junho, surge num momento de especial importância, uma vez que pode atrasar o lançamento das notas dos alunos que ainda vão ter exames nacionais.

Como explica o jornal Público, «no centro das reivindicações do sindicato está, à semelhança do que acontece com os restantes sindicatos, a forma de cálculo do tempo de serviço dos professores depois do descongelamento das progressões na carreira. Os sindicatos exigem que sejam contabilizados os 9 anos, 4 meses e dois dias em que as suas carreiras estavam congeladas (houve um primeiro período de congelamento entre 2005 e 2007 e um segundo entre 2011 e 2017)».

Também a Federação Nacional de Educação (FNE) e a Federação Nacional de Professores (Fenprof) já marcaram uma greve às avaliações (ambas as estruturas se demarcaram deste protesto do Stop). Essa greve começa a 18 de Junho, prolongando-se até ao final do mês.

Comentários

pub
pub