Obras na estrada entre as Quatro Estradas e a Praia da Luz avançam depois da época balnear

A obra de requalificação da Estrada Municipal 537 de Lagos, entre as Quatro Estradas e a rua do Ramalhete, na […]

Crédito: Depositphotos

A obra de requalificação da Estrada Municipal 537 de Lagos, entre as Quatro Estradas e a rua do Ramalhete, na Praia da Luz, deverá começar depois da época balnear e custará 1,3 milhões de euros.

A Câmara de Lagos deu a conhecer o projeto à população numa sessão «muito participada», que teve lugar na semana passada, na Junta de Freguesia da Luz.

A obra pretende «transformar a EM537 numa via de carácter mais urbano, para permitir outros usos e garantir um ambiente rodoviário mais seguro para os peões», segundo a Câmara de Lagos.

Esta estrada, salientou a autarquia, é «um acesso estruturante à pitoresca e turística vila da Luz, há muito carenciado de intervenção».

«Manter a identidade da via, quanto às suas características rurais, de modo a perpetuar a memória do território, mas torná-la mais urbana e humanizada, de forma a permitir outros usos (que não apenas o da circulação automóvel) e diversificar o seu usufruto, é o conceito central do projeto», segundo a autarquia lacobrigense.

A «adaptação da via a um sistema de mobilidade, a requalificação da via e a renovação das infraestruturas existentes» são algumas das intervenções previstas.

«A prioridade consiste em garantir um ambiente seguro para os peões, sem descurar a segurança dos velocípedes. Existe também a preocupação em circunscrever, tanto quanto possível, os trabalhos à via e às bermas, para que o impacto na envolvente seja reduzido. O projeto prevê ainda que as infraestruturas sejam dispostas num dos lados da via, o mesmo acontecendo com o passeio para os peões, o qual terá uma faixa elevada e autónoma», descreveu a Câmara.

A nova via assentará «num modelo urbano, prevendo uma via com berma de 0,40 metros, uma valeta de 0,60 metros, uma faixa de rodagem de 5 metros (com dois sentidos, onde conviverão o tráfego automóvel e os velocípedes), um passeio para os peões com 1,85 metros e um sistema de iluminação contínuo».

O encontro com a população contou com a presença a presidente da Câmara de Lagos Joaquina Matos, bem como João Rosado dos Reis, presidente da Junta de Freguesia da Luz, Helena Morais, coordenadora da Unidade Técnica de Gestão Urbana, serviço da autarquia encarregue deste processo, e António Marques, o arquiteto responsável pela equipa externa projetista.

Em conjunto, autarcas e técnicos esclareceram algumas das dúvidas da população, nomeadamente «dos proprietários das parcelas contíguas à via existente».

O prazo de execução da obra será de seis meses.

Comentários

pub
pub