Casa do Sal expõe “Do Mar à Serra, Somos o que Fomos”

A exposição “Do Mar à Serra, Somos o que Fomos” é inaugurada no próximo dia 10 de Maio, às 18h00, […]

A exposição “Do Mar à Serra, Somos o que Fomos” é inaugurada no próximo dia 10 de Maio, às 18h00, na Casa do Sal, em Castro Marim. 

“Do Mar à Serra, Somos o que Fomos” é uma exposição de etnografia que foca a cultura regional, destacando os costumes algarvios nas primeiras décadas do século XX e na cultura local, protagonizando algumas emblemáticas personagens, tradições e hábitos que fazem parte da memória dos castromarinenses.

Os artefactos desta exposição são manifestações materiais das atividades das gentes algarvias. Nela podemos encontrar antigas profissões, como o aguadeiro, o cabreiro ou a salineira, num revivalismo de práticas que o tempo quase apagou, mas também com o objetivo de valorizar e preservar a identidade cultural junto do público mais jovem.

«Somos hoje a soma das nossas vivências, dos nossos pais e todos os outros antepassados, que marcaram o nosso espaço, a nossa vida, e a nossa cultura, tanto quanto a nossa genética», diz, sobre a exposição, Filomena Sintra, vice-presidente e vereadora da cultura.

Pretende-se, ao longo da exposição, desenvolver um conjunto de manifestações etnográficas e artísticas, versadas em cada uma das profissões.

Por isso se vai fazer uma «reflexão conjunta sobre o artesanato e as artes ancestrais, entre artesãos, promotores turísticos e designers. Pela Casa do Sal vão passar várias expressões artísticas, desde folclore, teatro, artesanato, estátuas vivas. Em permanência, está recriada uma taberna típica onde se poderá simplesmente estar ou conhecer e entreter-se com jogos de outros tempos».

A exposição “Do Mar à Serra, Somos o que Fomos” é uma iniciativa promovida pelo Município de Castro Marim, em estreita parceria com o Museu do Traje de São Brás de Alportel e com o Museu Regional de Faro e foi confianciada pelo programa Interreg Espanha-Portugal 2014-2020, apoiado pela União Europeia, cofinanciada a 75% pelo FEDER.

Esta mostra conta ainda com a colaboração da Associação Cultural Amendoeiras em Flor, Associação Cultural Mito Algarvio, Banda Musical Castromarinense, Casa do Povo do Azinhal, Santa Casa da Misericórdia de Castro Marim, Associação A Moira e Câmara Municipal de Alcoutim.

Comentários

pub
pub