Mulher falsificava cheques e desviava dinheiro de escolas de Barrancos

Uma mulher de 55 anos, funcionária do Agrupamento de Escolas de Barrancos, no Alentejo, foi detida «pela presumível prática dos […]

Uma mulher de 55 anos, funcionária do Agrupamento de Escolas de Barrancos, no Alentejo, foi detida «pela presumível prática dos crimes de peculato, falsificação de documentos, acesso ilegítimo e de falsidade informática, ocorridos entre os anos de 2012 a 2017», anunciou a Polícia Judiciária.

Segundo a PJ, a mulher «falsificou cheques que se destinavam ao pagamento de fornecedores e determinou transferências bancárias que depositava na sua conta, bem como na conta do seu companheiro».

Com isto, apropriou-se «de um valor ainda não totalmente apurado, mas que poderá rondar as várias dezenas de milhar de euros».

A detida já foi presente a primeiro interrogatório judicial, tendo ficado obrigada a apresentações periódicas no posto policial da residência e à suspensão de funções.

Comentários

pub
pub