Lídia Jorge, João Soares e Dália Paulo debatem cultura no ciclo “O Algarve, Portugal e o Futuro”

Lídia Jorge, António Mega Ferreira, Dália Paulo e João Soares são os convidados da terceira sessão do ciclo de conversas […]

Lídia Jorge, António Mega Ferreira, Dália Paulo e João Soares são os convidados da terceira sessão do ciclo de conversas “O Algarve, Portugal e o Futuro” que irá debater as questões da cultura esta quinta-feira, 8 de Março, às 21h00, no Anfiteatro da Escola Secundária João de Deus, em Faro.

A moderação será da jornalista Rosa Veloso, da RTP.

«É cada vez mais generalizada e aceite a ideia de que a cultura tem um papel importante na organização das comunidades e que, a par do património, são valores essenciais à própria definição da nossa identidade coletiva», diz a editora “Sul, Sol e Sal”, promotora da iniciativa.

«No entanto as verbas dos Orçamentos de Estado afetas ao Ministério e o desinvestimento no setor, sobretudo em épocas de crise, contradizem a perspetiva crescente de que a cultura é um fator efetivo de desenvolvimento do país e da região», acrescenta.

Que políticas podem promover a educação pela arte e estimular os gostos culturais «serão algumas das questões que pretendemos ver discutidas».

Outros dos temas que «importa refletir» são, por exemplo, o papel do Estado enquanto promotor e dinamizador das atividades culturais, a definição das relações contratuais, as contrapartidas pelo apoio financeiro, assim como a proteção, conservação e fruição do património.

“O Algarve, Portugal e o Futuro” é uma iniciativa da Sul, Sol e Sal e do Rotary Club de Faro que tem como propósito refletir e ensaiar novas ideias para o Algarve e para Portugal.

No primeiro ciclo de conversas, João Guerreiro, antigo reitor da Universidade do Algarve, defendeu a necessidade de haver um «projeto regional» para o Algarve. 

Já a segunda sessão teve como convidados António Rebelo de Sousa, João Cravinho, André Jordan e Vítor Neto, que falaram sobre economia.

Comentários

pub
pub