Cientista da Fundação Champalimaud vai a Lagos falar sobre neurociência e videojogos

“Neurociência e Videojogos: o que nos podem ensinar sobre decisões difíceis” é o tema do próximo 6ª Com Ciência, do […]

Crédito: Depositphotos

“Neurociência e Videojogos: o que nos podem ensinar sobre decisões difíceis” é o tema do próximo 6ª Com Ciência, do Centro Ciência Viva de Lagos, marcado para o dia 16 de Março, às 20h30. Roberto Medina, cientista, será o convidado desta conversa, que assinala a Semana do Cérebro, que decorre entre 12 e 16 de Março.

Roberto Medina é um matemático que se tornou estudante de neurociências na Fundação Champalimaud para finalmente trabalhar como analista de dados numa companhia de videojogos.

O Centro Ciência Viva de Lagos conta que, «como parte do seu trabalho de doutoramento na Fundação Champalimaud, Roberto Medina pediu às pessoas que jogassem videojogos simples, e observou como escolhas difíceis podem dar origem a comportamentos interessantes».

O cientista «desenvolveu igualmente uma teoria matemática que explica o comportamento das pessoas no jogo e agora usa técnicas estatísticas semelhantes para ajudar a empresa de jogos móveis Miniclip a criar as melhores experiências para os seus utilizadores».

A Fundação Champalimaud, que se associa ao Centro Ciência Viva de Lagos nesta iniciativa, vai comemorar a Semana do Cérebro com contactos dos seus cientistas, via Skype, com o grande público, sendo o Centro Ciência Viva de Lagos o único onde se deslocará um cientista.

Os cientistas da Fundação Champalimaud estarão à conversa com os Centros Ciência Viva de Aveiro, do Alviela e da Plataforma de Ciência Aberta de Barca D’Alva.

A Fundação Champalimaud e o Centro Ciência Viva de Lagos têm mantido colaborações regulares nomeadamente com a participação de neurocientistas ou do apoio que a Fundação prestou ao Congresso português de Comunicação de Ciência, SciCom Pt 2015, realizado em
Lagos.

Comentários

pub
pub