Música composta pelo algarvio Júlio Resende esteve muito perto de ganhar o Festival da Canção

“Para sorrir eu não preciso de nada”, composta pelo algarvio Júlio Resende, até teve os mesmos 22 votos da música […]

Júlio Resende

“Para sorrir eu não preciso de nada”, composta pelo algarvio Júlio Resende, até teve os mesmos 22 votos da música “O Jardim” que ganhou o Festival da Canção. Só que, em caso de empate, o voto do público é decisivo e, por isso, a vencedora foi a música de Cláudia Pascoal, composta por Isaura.

A canção que vai representar Portugal no Festival da Eurovisão foi escolhida através da soma das pontuações atribuídas pelos júris regionais, público e televoto.

Em caso de empate, como aconteceu, a decisão foi do público que deu 12 pontos à música “O Jardim” e 10 a “Para sorrir eu não preciso de nada”, que é interpretada por Catarina Miranda.

Ao jornal Observador, Catarina Miranda comentou que «não estava à espera de ficar em segundo lugar». «Ter passado na primeira semifinal já foi uma surpresa, nem sequer estava a contar passar», disse.

Susana Travassos

O Algarve esteve ainda representado na final do Festival da Canção, que decorreu este domingo, 4 de Março, em Guimarães, por Susana Travassos.

Após a desistência de Diogo Piçarra, a cantora vilarrealense voltou à competição e, na final, ficou em 10º lugar, com 4 pontos conquistados no total.

Depois de Salvador Sobral ter ganho a competição, agora é Cláudia Pascoal que vai representar Portugal no Festival da Eurovisão, marcado para os dias 8, 10 e 12 de Maio, em Lisboa.

Por ter ganho a última edição, Portugal já tem presença garantida na grande final da Eurovisão, a realizar-se no dia 12 de Maio.

Se quiser ver todas as atuações da final do Festival da Canção, clique aqui.

 

Comentários

pub
pub