Algarvio Vítor Bacalhau conseguiu 3º lugar na Noruega em competição europeia de Blues

O bluesman algarvio Vitor Bacalhau fechou o pódio do European Blues Challenge 2018, que decorreu este sábado, em Hell, na […]

O bluesman algarvio Vitor Bacalhau fechou o pódio do European Blues Challenge 2018, que decorreu este sábado, em Hell, na Noruega, e juntou 21 bandas de blues de outros tantos países europeus.

«Foi uma excelente experiência e uma grande oportunidade para fazer contactos por toda a Europa. Sinto-me muito orgulhoso pelo resultado!«, disse hoje o músico, ao Musicália | Sul Informação, momentos antes de embarcar para Oslo.

O termo “competição” cria alguma estranheza no músico, encarando-a como «mais uma atuação«, mas limitada a 20 minutos, o que levou a uma escolha criteriosa dos temas, apresentados normalmente num concerto com uma hora, agora numa espécie de espetáculo “best off”.

«À falta de melhor será isso, sim. A escolha não foi fácil, foi por intuição e segundo a forma como as músicas encaixam umas nas outras. Não foi fácil, mas está feito, ensaiado e agora é chegar e fazer» tinha dito o guitarrista, antes da partida para a Noruega. A escolha parece ter surtido o efeito desejado, já que o resultado está à vista.

O evento, que incluía uma feira de contactos com profissionais da área, durou três dias, com as atuações a concentrarem-se na sexta e sábado e a atuação do representante português marcada para o último dia.

Numa entrevista feita na véspera da ida para a Noruega e que pode ouvida hoje no programa Musicália, na RUA FM (20h00), notava-se algum “nervoso miudinho”, compensado pelos concertos e ensaios feitos como preparação para atuação. «Tivemos ensaios dedicados e as expectativas são boas, estou confiante que vai ser bom para nós, enquanto banda também, são experiências que nos fazem sempre crescer. Era bom trazer de lá “o caneco”». E foi o que aconteceu, com o 3º lugar alcançado pelo músico algarvio.

Não foi o lugar cimeiro, mas pela primeira vez, em oito anos de competição e três com a presença nacional, um músico português conseguiu subir ao pódio.

Com este resultado, será mais fácil atingir as expectativas colocadas pelo músico nesta sua ida à Noruega. «O objetivo principal é abrir algumas portas lá para fora e, se isso acontecer, vai ser muito bom».

Para isso, contribui também a presença no Blues Market, que proporciona contactos entre bandas e profissionais. «Para que se faça contactos e para saber o que se passa no blues na Europa», destaca Vítor Bacalhau.

O pódio foi liderado pelos representantes holandeses The Ragtime Rumours, enquanto em 2º lugar ficaram os dinamarqueses Fried Okra Band.

A Associação BB Blues Portugal é quem supervisiona a escolha do representante português e quem vai acolher o European Blues Challenge, em 2019, já que se realiza em Ponta Delgada, nos Açores.

 

Fotos: BB BLUES Portugal

Comentários

pub
pub