Abriram as inscrições para financiamento de pontos wi-fi em espaços públicos

Os municípios de toda a Europa podem, a partir de hoje, 21 de Março, registar os seus dados no portal […]

wi-fi

Os municípios de toda a Europa podem, a partir de hoje, 21 de Março, registar os seus dados no portal “WIFI4EU”, antes do primeiro convite à apresentação de projetos, que terá lugar em Maio, a fim de se candidatarem a financiamento europeu para criar pontos de acesso sem fios à Internet em espaços públicos. 

 

A iniciativa WiFi4EU oferece vales de 15 mil euros aos municípios para a instalação de pontos de acesso wi-fi em espaços públicos, como museus, bibliotecas, parques e praças.

Conforme declarou Jean-Claude Juncker, presidente da Comissão Europeia, a iniciativa pretende «interligar, até 2020, todas as povoações e cidades da UE dotadas de acesso gratuito à Internet sem fios em torno dos principais centros de vida pública.»

Os municípios podem utilizar os vales WiFi4EU para adquirirem e instalarem equipamento Wi-Fi (pontos de acesso sem fios) nos centros locais de vida pública que escolherem. Os custos de manutenção da rede serão da responsabilidade do município.

O vice-presidente responsável pelo Mercado Único Digital Andrus Ansip afirmou que «com o lançamento do portal, damos hoje um passo concreto para apoiar os municípios na oferta de Wi-Fi gratuito. Embora se trate de um progresso assinalável, também encorajo vivamente o Parlamento Europeu e o Conselho a concluírem os trabalhos relativos à proposta de um código das telecomunicações, para garantir conectividade de alta velocidade em todo o território da UE. Inclui-se nesta aceção coordenar o espetro à escala europeia e estimular os investimentos nas redes de capacidade elevada de que a Europa precisa».

Mariya Gabriel, comissária responsável pela pasta Economia e Sociedade Digitais, acrescentou que «a iniciativa WiFi4EU permitirá a milhares de europeus aceder gratuitamente à Internet em espaços públicos por toda a UE. Graças a esta iniciativa, as comunidades locais serão capacitadas para criar ligações mais próximas dos cidadãos, permitindo-lhes beneficiar plenamente das oportunidades ilimitadas da digitalização. Trata-se de um passo concreto no sentido de realizar o Mercado Único Digital.»

Estão disponíveis 120 milhões de euros provenientes do orçamento da UE até 2020, destinados ao financiamento de equipamentos para serviços públicos Wi-Fi gratuitos em 8000 municípios de todos os Estados-Membros, bem como da Noruega e da Islândia.

Assegurando um equilíbrio geográfico, a Comissão anunciará os 1000 municípios beneficiários do financiamento através do primeiro convite à apresentação de candidaturas. Cada país participante receberá pelo menos 15 vales.

Nos próximos dois anos, serão lançados mais quatro convites WiFi4EU. As redes financiadas pela iniciativa WiFi4EU serão gratuitas, sem publicidade e sem recolha de dados pessoais. Só se atribuirá financiamento às redes que não dupliquem ofertas gratuitas, privadas ou públicas, já existentes e de qualidade semelhante no mesmo espaço público.

Comentários

pub
pub