Mulher suspeita de burla de mais de 5 milhões detida pela PJ

Uma mulher, suspeita de ter burlado quatro compradores de embarcações de luxo em mais de 5 milhões de euros, foi […]

Créditos: Depositphotos

Uma mulher, suspeita de ter burlado quatro compradores de embarcações de luxo em mais de 5 milhões de euros, foi detida pela Polícia Judiciária.

A PJ, através da Diretoria do Sul, e em execução de um mandado de detenção emitido pela 2ª Secção do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Faro, deteve esta mulher, suspeita dos crimes de «burla qualificada, abuso de confiança, falsificação de documento e branqueamento de capitais».

Durante o ano de 2012, em Vilamoura, a detida, em conjunto com o companheiro de 45 anos de idade e arguido no processo, «ludibriaram quatro compradores de embarcações de luxo em valor superior a 5 milhões de euros», diz a PJ.

Na posse dos montantes relativos ao preço das embarcações, os arguidos faziam transações fictícias com empresas inexistentes, de modo a fazerem circular o dinheiro e a depois ficarem com ele, sem serem detetados.

Do valor envolvido nas burlas, foram apreendidos cerca de 2,7 milhões de euros e 3200 libras, que se encontravam depositados em várias contas bancárias.

A arguida, de 38 anos de idade, vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.

Comentários

pub
pub