Primeira escola da International Yacht Training em Portugal abriu em Faro e Olhão

O Algarve acolheu o primeiro centro de treino e formação náutica da International Yacht Training em Portugal. Esta escola, com […]

O Algarve acolheu o primeiro centro de treino e formação náutica da International Yacht Training em Portugal. Esta escola, com polos em Faro e Olhão, ministra cursos de vela e motor homologados por entidades internacionais, que dão «acesso imediato ao International Certificate of Competence (ICC), permitindo aos seus portadores navegar nos sete mares».

A vinda deste centro de treino para o Algarve surge no âmbito de uma parceria entre a empresa Algarve Crusing Center e a Associação para o Estudo e Conservação dos Oceanos (aECO). O responsável técnico deste projeto é Ricardo Barradas, que também é formador no CIMAV – Clube Internacional da Marina de Vilamoura.

Segundo Ricardo Barradas, este centro vem «aumentar a internacionalização do setor do mar no Algarve, colocando a região no mapa dos principais destinos para formação naútica avançada».

O responsável técnico diz que este projeto permitirá «um salto qualitativo na formação que se ministra no país», já que «o enfoque na componente prática apresenta uma alternativa, mas sobretudo um complemento, à formação que já é ministrada em Portugal».

O centro da International Yacht Training funciona há poucos meses, mas já tem números para mostrar. Desde que abriu, já emitiu «mais de 30 certificados (ICC) de Power boat (equivalentes ao curso de Patrão Local) a residentes no território nacional».

Mas os alunos chegam, também de além-fronteiras.

«Recebemos clientes dos principais mercados emissores como a Inglaterra, Espanha e França, mas também da Rússia, Holanda, Canadá e Portugal. Este segmento é bastante interessante porque estamos a lançar produtos inovadores na região. Nas expedições à vela de mile building, por exemplo, recebemos alunos que precisam treinar para se poderem candidatar a certificados de competências mais avançados como o certificado Yachtmaster, uma certificação reconhecida mundialmente pela sua qualidade e excelência», segundo Ricardo Barradas.

O responsável pelo centro de formação acrescentou que pensa aumentar a oferta de cursos, através do estabelecimento de parcerias com outras entidades, como a Universidade do Algarve, mas não só.

«A região algarvia tem um potencial significativo para as atividades naúticas e há muitos produtos ainda por explorar, como estas formações avançadas, ou mesmo o turismo científico, mas é preciso inovar e investir», considerou Ricardo Barradas.

Comentários

pub
pub