Portimonense não consegue recuperar de mau início frente ao Braga e perde por 1-2

O Portimonense perdeu este sábado frente ao Sporting de Braga, em casa, por 1-2, em jogo da 19ª jornada da […]

Foto: Nelson Inácio

O Portimonense perdeu este sábado frente ao Sporting de Braga, em casa, por 1-2, em jogo da 19ª jornada da Primeira Liga. A equipa algarvia sofreu dois golos em três minutos e falhou um pénalti, na primeira parte, e, apesar da boa resposta no segundo tempo, não conseguiu chegar ao empate.

O jogo começou a um ritmo alto e o primeiro golo não tardou muito. Logo aos 9 minutos, Raúl Silva “descobriu” Paulinho nas costas da defesa do Portimonense e o avançado, de primeira, sem deixar a bola cair no chão, rematou cruzado e bateu Ricardo Ferreira.

O jogador do Braga, no momento do passe, parece estar em posição irregular, mas o árbitro da partida não teve dúvidas, não consultou o VAR, e validou o tento.

A bola voltou ao centro e, um minuto depois, estava novamente no interior da baliza do Portimonense. A equipa algarvia perdeu a bola em zona proibida, Wilson Eduardo aproveitou, à entrada da área, para rematar ao poste. No entanto, a bola ressaltou para os pés ex-jogador dos alvinegros que, na recarga, fez o 2-0.

Aos 12 minutos, o Portimonense teve uma ocasião soberana para reduzir o marcador. Depois de uma jogada individual de Paulinho, que estará de “malas aviadas” para ser transferido para o FC Porto, o jogador brasileiro foi derrubado na área por Bruno Viana e Manuel Oliveira assinalou pénalti. Nakajima foi chamado à conversão, mas o japonês rematou por cima da baliza de Matheus.

Foto: Nelson Inácio

Aos 33 minutos, nova oportunidade para o Portimonense, mas de bola corrida. Nakajima desmarcou Pires na área, o avançado assistiu Wellington, de calcalhar, e este rematou de primeira para uma grande defesa do guarda-redes do Sporting de Braga.

Ainda antes do intervalo, o Portimonense pediu nova grande penalidade por mão na bola de Wilson Eduardo, mas o árbitro, aconselhado pelo VAR, não considerou o lance intencional.

O Portimonense voltou dos balneários a tentar reduzir a desvantagem e, aos 55 minutos, Pires foi derrubado na área por Goiano. Desta vez, Manuel Oliveira voltou a apontar para a marca dos 11 metros e Fabrício, que tinha entrado ao intervalo, enganou Matheus e fez o 1-2.

A equipa de Portimão estava por cima do jogo mas, ao minuto 81, foi o Braga que esteve perto de marcar. Paulinho surgiu na cara de Ricardo Ferreira, tentou desviar a bola, mas o guarda-redes dos algarvios defendeu com o pé.

Na resposta, aos 83′, depois de uma boa jogada de ataque do Portimonense, foi Fabrício que, em boa posição, após passe de Nakajima desperdiçou, atirando por cima.

Com esta derrota, o Portimonense somou o sétimo jogo seguido sem ganhar na Liga e a segunda derrota consecutiva. A equipa algarvia está no 12º lugar, com 18 pontos e, caso o Feirense vença, este domingo, o Moreirense, pode ser ultrapassado na classificação.

Comentários

pub
pub