Baja de Loulé muda-se para Almancil para aproveitar as «excelentes condições» da vila

A Baja de Loulé corre-se a 7 e 8 de Abril e, este ano, há uma «alteração de monta»: a […]

Foto de arquivo

A Baja de Loulé corre-se a 7 e 8 de Abril e, este ano, há uma «alteração de monta»: a mudança do centro da prova de Loulé para Almancil, «aproveitando as excelentes condições que esta vila oferece». 

A prova algarvia dos campeonatos nacionais de todo-o-terreno terá como epicentro o Jardim das Comunidades onde funcionará o parque fechado, pódio, secretariado, verificações e todo o centro operacional do evento.

O parque de assistência e paddock terão lugar no parque de feiras anexo, que, além de asfaltado e vedado na sua totalidade, dispõe ainda de WC, iluminação e toda a segurança necessária.

No plano desportivo, a prova foi pensada para simplificar e minimizar as dificuldades que os participantes encontram nas provas de todo o terreno.

Em termos competitivos a Baja de Loulé começa no sábado, 7 de Abril, com prólogo de 5,2 quilómetros, a que se segue o primeiro setor seletivo (SS) com cerca de 83,4 quilómetros.

No dia seguinte a Serra do Caldeirão irá conhecer um segundo setor seletivo com 76,28 quilómetros para as motos e buggies (SSV) e de 81,6 quilómetros para os automóveis.

Esta última distância será percorrida por motos e quadriciclos no seu terceiro SS, enquanto que os automóveis partirão para um percurso com 142,15 quilómetros de distância.

O parque de assistência dos autos, que o público pode visitar, estará localizado durante toda a prova em Almancil com os buggies, motos e quads a não terem assistência durante os setores seletivos.

O que haverá são espaços definidos para reabastecimento antes da partida de cada um dos SS. Entre o segundo e terceiro classificado SS haverá uma zona de assistência no paddock da pista de motocross das Cortelha.

O desenvolvimento da prova será o habitual com as motos, quads, buggies e automóveis a partirem por esta ordem para o prólogo e 1º SS.

No domingo, os participantes alternam a passagem pelos setores seletivos, com as motos, quads e buggies percorrem o 2º e 3º SS enquanto os Autos percorrem o 3º e o 2º SS.

A Baja de Loulé é uma organização do Clube Automóvel do Algarve, sob a égide da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting e a Federação de Motocilismo de Portugal.

Comentários

pub
pub