Algarve leva cicloturismo e Dieta Mediterrânica à Fitur

A promoção do «melhor turismo de natureza», apostando no cicloturismo e caminhadas, e dar a conhecer o património natural e […]

A promoção do «melhor turismo de natureza», apostando no cicloturismo e caminhadas, e dar a conhecer o património natural e cultural algarvio, «com destaque para a Dieta Mediterrânica». A Região de Turismo do Algarve (RTA) participa, de 17 a 21 de Janeiro, na Fitur, em Madrid, e leva estas duas apostas na bagagem

No pavilhão 4 da principal feira de turismo em Espanha, o Algarve vai marcar presença num módulo de destino integrado no stand do Turismo de Portugal, partilhando um balcão de informação turística no stand do Turismo do Porto e Norte de Portugal.

Ali estarão representadas mais de 14 empresas algarvias e ainda a Universidade do Algarve e a Câmara Municipal de Tavira.

As grandes apostas do Algarve para a 38ª edição da Fitur serão o turismo de natureza, o turismo ativo, e a gastronomia e vinhos.

A região irá renovar a sua aposta no Cycling & Walking, um projeto lançado em 2017, que passou a integrar o “Portuguese Trails”, uma iniciativa do Turismo de Portugal para posicionar o país como destino predileto de cicloturismo e caminhadas.

«O Cycling & Walking é um dos muitos projetos que têm sido desenvolvidos nos últimos anos no Algarve, com o objetivo de desenvolver uma oferta variada, para todos os públicos», diz a RTA.

Por isso, na feira, o Algarve promove também a sua diversidade natural com a divulgação da 4ª edição da Algarve Nature Week, que irá realizar-se de 13 a 22 de Abril, e que irá mostrar ao público o lado mais ecoturístico, ativo e surpreendente da região, através de uma extensa proposta de atividades de natureza a preços muito atrativos: desde aulas de paddle, surf, batismo de mergulho, passeios a cavalo e observação de baleias e golfinhos.

A Dieta Mediterrânica também terá um grande destaque no stand algarvio. No âmbito do programa “Prove Portugal”, Tavira (enquanto cidade representante do projeto da Dieta Mediterrânica no país) irá organizar vários momentos de degustação, nos primeiros três dias do evento.

Os visitantes terão a oportunidades de provar os mais icónicos ingredientes da gastronomia algarvia, como o azeite, sal, figos, doces de amêndoa, licores e os vinhos regionais.

«A participação do Algarve na Fitur revela-se de uma importância estratégica, no âmbito da nossa missão de promover os atributos turísticos da região no mercado interno alargado. Este encontra-se em franco crescimento e, tratando-se de um mercado de proximidade, mostra-se mais recetivo a iniciativas e promoções pontuais», diz Desidério Silva, presidente da RTA.

«O aumento de ligações aéreas entre Faro e as principais cidades espanholas tem tido um papel importante nesta conjuntura. A Fitur é um excelente momento para dar a conhecer a nossa oferta e permitir que os empresários algarvios façam negócio», concretiza.

Nos primeiros dez meses de 2017, o Algarve recebeu mais 3,5% de hóspedes e registou mais 5,5% de dormidas provenientes do mercado espanhol, comparativamente ao mesmo período de 2016. Só no mês de Outubro de 2017, as dormidas do mercado interno indicam uma subida acentuada de 17,8%, enquanto as dormidas dos mercados externos registam um aumento de 3,3%.

A Fitur é um ponto de encontro global para profissionais de turismo e a maior Feira para os mercados emissores e recetores ibero-americanos. Na edição de 2017, conquistou o recorde de participação com 9893 empresas expositoras de 165 países/regiões, 135.838 participantes profissionais e 109.134 visitantes do público em geral.

Comentários

pub
pub