Vítor Aleixo mantém-se na presidência de rede para adaptação às alterações climáticas

Vítor Aleixo, presidente da Câmara de Loulé, foi reconduzido no cargo de presidente do Conselho Coordenador da Rede de Municípios […]

Vítor Aleixo

Vítor Aleixo, presidente da Câmara de Loulé, foi reconduzido no cargo de presidente do Conselho Coordenador da Rede de Municípios para a Adaptação Local às Alterações Climáticas (Adapt.Local), durante o encontro que juntou os membros desta plataforma em Vilamoura, no final do mês de Novembro.

Durante a segunda reunião do Conselho Geral da rede Adapt.Local, foram escolhidos os membros dos órgãos plataforma para o quadriénio 2018-2021.

Além do município de Loulé, que preside ao órgão, foram igualmente nomeados para o Conselho Coordenador as autarquias de Torres Vedras e Tondela. Para a Mesa do Conselho Geral, foram escolhidas as câmaras municipais de Odemira, Funchal e Guimarães (que preside).

«Nesta reunião, foi igualmente decidido preparar um programa de ação para os próximos quatro anos que, incidindo sobre o reforço das políticas, ação e governação no quadro da adaptação às alterações climáticas que crescentemente se fazem sentir a nível local, será apresentado e debatido pelo Conselho Geral no primeiro trimestre do próximo ano«, segundo a Câmara de Loulé.

Esta reunião foi realizada no âmbito do seminário Adapt.Local.17, que que juntou vários especialistas nacionais e internacionais, bem como responsáveis e técnicos autárquicos de todo o país, e abordou temas como «cenários climáticos mundiais e nacionais que se perspetivam a prazo; instrumentos e métodos para a adaptação; adaptação setorial, nas áreas das florestas, dos recursos hídricos, do turismo e das zonas costeiras; e, experiências inspiradoras a nível internacional».

Vítor Aleixo já era presidente desta rede de municípios desde a sua criação, em Março de 2017, e tem sido, segundo a Câmara, «um dos autarcas do país que tem estado na dianteira desta causa, sendo Loulé um município pioneiro na implementação de medidas que visam a adaptação às alterações climáticas».

Comentários

pub
pub