Grampos, orcas e baleias: 2017 foi «um ano riquíssimo» na observação de cetáceos

O golfinho-comum (Delphinus delphis), uma «invulgar quantidade» de grampos (Grampus griseus), mas também uma orca (Orcinus orca). Estes foram alguns […]

Golfinho-comum

O golfinho-comum (Delphinus delphis), uma «invulgar quantidade» de grampos (Grampus griseus), mas também uma orca (Orcinus orca). Estes foram alguns dos cetáceos avistados, em 2017, «um ano riquíssimo», pela empresa Dream Wave, que se dedica ao turismo náutico e ao avistamento destas espécies em estado selvagem, a partir da Marina de Albufeira. 

«Como já vem sendo hábito e à semelhança de anos anteriores, o ano de 2017 foi riquíssimo em termos de quantidade e qualidade de observações de cetáceos», disse esta empresa, no seu balanço do ano.

Assim, foram avistadas oito espécies de cetáceos diferentes, sendo o roaz-corvineiro (Tursiops truncatus), o golfinho-comum e o boto-comum (Phocoena phocoena) as espécies mais observadas.

«Neste ano que agora finda, a invulgar quantidade de avistamentos de grampos é de realçar, já que 12 observações diferentes constituem, por si só, um novo máximo no que toca a esta espécie. Também a orca foi observada, mas apenas por uma vez», explica a Dream Wave.

Baleia-anã

No caso das baleias, foram observadas três espécies – baleia-anã (Balaenoptera acutorostrata), baleia-comum (Balaenoptera physalus) e por fim a baleia-de-bossa (Megaptera novaeangliae), espécie observada apenas três vezes durante os 14 anos de atividade da Dream Wave.

Com estes números, «2018 adivinha-se como um ano marcante para a empresa, não só pela celebração do seu 15º aniversário, mas também por uma clara aposta no aumento da oferta em resposta à crescente procura, fruto do incremento significativo de turistas que afluem ao Algarve e a Albufeira, em particular».

Neste sentido, a aquisição da operação comercial de outra companhia marítimo-turística «revelou-se fundamental para se proceder ao aumento da frota e consequente aumento de oferta para a época de 2018».

 

Comentários

pub
pub