Exército reiniciou trabalhos de recuperação de caminhos agrícolas em Castro Marim

O Regimento de Engenharia Militar reiniciou os trabalhos de reabilitação de caminhos e acessos agrícolas no concelho de Castro Marim, […]

Abertura de caminhos Odeleite/Foto de Arquivo

O Regimento de Engenharia Militar reiniciou os trabalhos de reabilitação de caminhos e acessos agrícolas no concelho de Castro Marim, depois de uma pausa motivada pela necessidade de contribuir no combate aos fogos.

Ao abrigo de um protocolo celebrado entre esta estrutura militar e a Câmara de Castro Marim, «foram já reabilitados mais de 170 quilómetros de caminhos e acessos agrícolas nas freguesias de Odeleite e Azinhal», segundo a autarquia.
Agora, os elementos do Regimento de Engenharia Militar, além de recuperar vias, vão também arrancar com «processos de abertura de novos caminhos, instruídos durante estes últimos 10 anos».

Ao abrigo do protocolo, «todo o equipamento e grupo de trabalho necessários à intervenção são da responsabilidade do Regimento de Engenharia Militar nº 1, sediado em Tancos, ao passo que à Câmara Municipal de Castro Marim compete suportar os custos da alimentação, alojamento e compensação dos militares envolvidos, assim como o fornecimento de combustíveis e materiais necessários à execução dos trabalhos e ao funcionamento do equipamento e viaturas militares utilizados».

«O concelho de Castro Marim tem uma extensa rede viária rural, cuja manutenção e reabilitação implica uma grande disponibilização de recursos humanos e técnicos que a autarquia não podia comportar. Muitos destes caminhos e acessos não eram reabilitados há mais de uma dúzia de anos. Esta parceria com o Exército Português permitiu-nos intervir em algumas das zonas mais críticas e com maior necessidade e permite agora aos nossos munícipes cultivarem os seus terrenos e recolherem e transportarem os seus frutos», enquadrou o presidente da Câmara castro-marinense Francisco Amaral.

Comentários

pub
pub