Ton Koopman dá concerto «único no órgão histórico da Sé de Faro»

O conceituado maestro holandês Ton Koopman vai dar um «concerto único no órgão histórico da Sé de Faro» no próximo […]

O conceituado maestro holandês Ton Koopman vai dar um «concerto único no órgão histórico da Sé de Faro» no próximo sábado, 11 de Novembro, às 21h30. 

Este é um espetáculo inserido na 10ª edição do Festival de Órgão do Algarve. O maestro holandês estudou musicologia, órgão e cravo, tendo sido galardoado com o “Prix d’Excellence” para os dois instrumentos.

Fascinado pela música clássica e barroca, tendo-se fixado particularmente em Johann Sebastian Bach e Dietrich Buxtehude, conta com álbuns lançados pelas mais famosas editoras, o que lhe valeu diversos prémios, incluindo uma nomeação para os Grammys.

Além disto, «tocou nas salas de concertos mais prestigiadas do mundo e nos instrumentos históricos mais importantes da Europa», diz a associação Música XXI.

Mais de 25 anos após a sua última apresentação na cidade, Ton Koopman regressa a Faro com um programa onde «ouviremos a sua mestria na execução de obras dos seus compositores de eleição Johann Sebastian Bach e Dietrich Buxtehude, passando também pela música holandesa, italiana e, naturalmente, ibérica».

Assim surge «um programa que atravessa as raízes históricas do órgão da Sé de Faro, instrumento que já completou 300 anos».

Depois deste espetáculo, o Festival de Órgão prossegue com outros concertos. A Igreja Matriz de Boliqueime recebe, a 17 de Novembro, o primeiro dos concertos de órgão no local, com o organista Daniel Oliveira e o violinista Alexêi Tolpygo. Serão apresentadas obras predominantemente italianas e na forma de sonatas, adaptadas a este duo instrumental.

Nesse mesmo dia 17 de Novembro, mas em Tavira, a Igreja da Misericórdia acolhe o organista André Ferreira para um programa de concerto «contrastante», que versará “O sacro e o profano no barroco italiano”.

A 18 de Novembro, o festival volta à Igreja do Carmo, em Faro, mas agora no formato de música de câmara, com a apresentação de Daniel Oliveira e Alexêi Tolpygo (órgão e violino barroco).

A 24 de Novembro, é a vez do organista André Ferreira se apresentar na Igreja Matriz de Boliqueime. Num programa intitulado “O canto dos pássaros”, «muito haverá por descobrir nas obras selecionadas para o concerto», garante a organização do festival.

Nessa mesma noite, em Tavira, o órgão da Igreja de Santiago ecoará pelas mãos da organista brasileira Elisa Freixo, que apresentará obras de compositores menos conhecidos.

O Festival de Órgão do Algarve 2017 é organizado pela Associação Cultural Música XXI. Conta com os apoios da Direção Regional de Cultura do Algarve e dos Municípios de Faro, Portimão, Loulé e Tavira, com o apoio à divulgação da Região de Turismo do Algarve e com os parceiros de comunicação Antena 2, Sul Informação e RUA (Rádio Universitária do Algarve) FM.

 

Programa do concerto de Ton Koopman:

Anonimo
Batalha Famosa in C major

F. Correa de Arauxo (c.1581-1663)
‘Todo el mundo’ in F major

J.P. Sweelinck (1562-1621)
Ballo del Granduca in G major
Allein Gott in der Höh’ sei Ehr in F major
Echo fantasia in a minor

D. Buxtehude (1637-1707)
Preludiummanualiter in g minor BuxWV 163
Wie schön leuchtet der Morgenstern in G majorBuxWV 223
Fuga in C major BuxWV 174
Auf meinen lieben Gott in e minor BuxWV 179
(Allemande, double, Sarabande, Courante, Gigue)

D. Scarlatti (1685-1757)
Sonata in D major (K 287)
Sonata in D major (K 288)
Sonata in G major (K 328)

J.S. Bach (1685-1750)
Vater Unser im Himmelreich in d minor BWV 683
Fuga in F major BWV 590 (from Pastorale)

Comentários

pub
pub