Espetáculo realiza-se a bordo de um camião TIR em Loulé

O espetáculo “Viajantes Solitários”, que vai responder a perguntas como “em que pensam os camionistas durante todos os quilómetros que […]

O espetáculo “Viajantes Solitários”, que vai responder a perguntas como “em que pensam os camionistas durante todos os quilómetros que percorrem”, realiza-se nos dias 9, 10 e 11 de Novembro, às 21h30… a bordo de um camião TIR, estacionado no Largo do Tribunal, em Loulé.

Outras das questões exploradas são “o que acontece com estes homens durante estas viagens? Que viajantes são estes e como mitigam a sua solidão? Se tivessem que parar de meter‐se à estrada, aguentariam? E as famílias – há lugar para elas nestas histórias?”.

«Construído a partir de uma extensa recolha de histórias de vida e de “estrada” de camionistas, o espetáculo explora as possibilidades poéticas dessas vidas de permanente deslocação, vidas também de quilómetros de solidão, de distância física das famílias, de passagens, de noites fugazes, de um conhecimento geográfico de autoestradas, estradas nacionais, restaurantes de beira de estrada, hotéis», diz a Câmara de Loulé.

«Um espetáculo que é uma espécie de manual de um viajante singular, ao mesmo tempo que falando dessa inquietação portuguesa que bem conhecemos – a de partir. E, estando lá fora, a vontade de regressar para de novo partir, impelidos por essa coisa que nos puxa a percorrer quilómetros, após quilómetros, após quilómetros, continuamente», acrescenta.

Este espetáculo foi um desafio do Teatro Viriato (Viseu) e da Empresa Patinter ao Teatro do Vestido, «reconhecendo o trabalho ímpar que este coletivo tem vindo a desenvolver a partir da recolha de testemunhos e histórias de vida».

O texto e direção do espetáculo são da responsabilidade de Joana Craveiro, com interpretação de Estêvão Antunes e Simon Frankel. A música original é de Bruno Pinto, com desenho de luz de Pedro Teixeira e operação de Carlos Ramos. “Viajantes solitários” é uma coprodução Teatro do Vestido, Teatro Viriato, Centro de Artes de Ovar, Teatro Municipal do Porto – Rivoli e Teatro Nacional D. Maria II.

O espetáculo tem a duração de 80 minutos, dirige-se a maiores de 12 anos e os bilhetes custam 5 euros por pessoa, sem descontos aplicáveis, podendo ser comprados aqui. Cada sessão (dias 9, 10 e 11) tem a lotação máxima de 30 pessoas no interior do camião TIR.

Para mais informações e reservas os interessados podem contactar o Cine-Teatro Louletano pelo telefone 289 414 604 (terça-feira a sexta-feira, das 13h00 às 18h00) ou pelo email cinereservas@cm-loule.pt.

Além disso, podem consultar a sua página de Facebook aqui ou o seu website aqui.

Comentários

pub