Vasco Palmeirim e António Zambujo vêm a Loulé ajudar a apresentar o “365 Algarve”

Vasco Palmeirim e António Zambujo serão as estrelas do evento de lançamento da próxima edição do programa cultural “Algarve 365”, […]

Vasco Palmeirim e António Zambujo serão as estrelas do evento de lançamento da próxima edição do programa cultural “Algarve 365”, que vai decorrer no dia 4 de Outubro, uma quarta-feira (véspera de feriado), na Cerca do Convento, em Loulé. O radialista será o mestre-de-cerimónias do evento agendado para as 19h00, onde não faltará música e gastronomia.

Nesse dia, serão dadas a conhecer as propostas da 2ª edição do “365 Algarve”, que vai durar até Maio de 2018. Ao todo, estão programadas 525 apresentações de música, dança, teatro, circo contemporâneo, cinema, artes visuais, literatura, gastronomia e animação de património, a acontecer nos 16 concelhos da região.

No dia 4 de Outubro, a festa de lançamento começa com um welcome drink, que será acompanhado pela atuação do DJ Christian F.

Segue-se a cerimónia de abertura do segundo “365 Algarve”, que será dirigida por Vasco Palmeirim, animador da Rádio Comercial e de programas televisivos, e contará com a presença da secretária de Estado do Turismo Ana Mendes Godinho e do seu congénere da Cultura Miguel Honrado, representantes dos dois Ministérios que financiam este programa, que visa garantir que o Algarve “mexe”, ao nível cultural, durante a época baixa do turismo.

Apresentada a programação, tarefa a cargo de Dália Paulo, comissária do “365 Algarve”, será dado espaço à gastronomia, com a performance e show cooking “Cataplay”. Às 21h30, António Zambujo sobe ao palco para protagonizar um concerto.

«Depois do sucesso e da forte adesão do público à primeira edição do programa cultural «365 Algarve», que decorreu de Outubro de 2016 a Maio de 2017, é agora apresentada a 2ª edição, com uma programação de eventos diversificada que tem por objetivo contribuir para uma oferta cultural consistente e criativa em todos os concelhos algarvios, na média e baixa estações turísticas, valorizando a identidade cultural e a criação artística da região», concluem os responsáveis pelo programa cultural.

Comentários

pub
pub