42 mil espectadores viram as Superbikes no Autódromo do Algarve

41.922 pessoas assistiram «com grande emoção» às corridas da prova do Mundial de Superbikes, que decorreram de 15 a 17 […]

Final renhido

41.922 pessoas assistiram «com grande emoção» às corridas da prova do Mundial de Superbikes, que decorreram de 15 a 17 de Setembro, no Autódromo Internacional do Algarve (AIA).

Este foi um fim de semana «em que se fez história, com a vitória de Ana Carrasco, a primeira mulher a vencer uma prova de Campeonato do Mundo de motociclismo, e Jonathan Rea a destacar-se nas Superbikes, subindo ao pódio nas duas corridas», diz o AIA.

A décima prova do Campeonato do Mundo de Superbikes, que após um ano de ausência regressou pela nona vez ao traçado algarvio, acolheu durante os três dias do evento milhares de visitantes de várias nacionalidades, que aderiram em força ao convite.

Para Paulo Pinheiro, CEO da Parkalgar, responsável pelo AIA, «foi um excelente fim de semana». «O número de espectadores que passou pelo nosso circuito durante os três dias de evento surpreendeu-nos e superou as nossas expetativas», disse.

«Sinto um enorme orgulho na equipa do AIA, que, apesar de pequena, conseguiu proporcionar a todos os que nos visitaram um fim de semana de corridas inesquecível», acrescentou.

«Ficou provado que a nossa aposta no regresso do Mundial de Superbike ao nosso circuito foi bem acolhida pelo público e que valeu o esforço. Sabemos que há aspectos a melhorar a nível organizacional e essa é a nossa maior preocupação para o próximo ano, tornar o evento mais forte e mais emocionante», disse ainda.

«Agradecemos a presença do Miguel Oliveira que foi um dos pontos altos deste fim de semana e também como não poderia deixar de ser, um obrigado pela presença de todos os entusiastas da modalidade, que nos ajudaram a fazer desta prova um sucesso. Penso que todos nós merecíamos», concluiu.

Numa ronda em que se destaca a vitória da primeira mulher num Campeonato do Mundo, Ana Carrasco tirou a primeira posição a Alfonso Coppola, nos últimos metros, após uma corrida de Supersport 300, muito intensa.

Também a vitória na classe Supersport foi bastante discutida. Depois de Jules Cluzel e Lucas Mahias terem passado pela liderança tal como Jacobsen, Kenan Sofuoglu, subiu ao primeiro lugar na oitava passagem e não mais largou o primeiro posto mesmo pressionado por Lucas Mahias.

Nas Superstock 1000, Toprak Razgatlioglu venceu a prova do campeonato europeu onde o turco esteve num nível distinto para vencer com vantagem confortável face a Florian Marino e Maximilian Scheib, os seus companheiros de pódio.

«A fechar o dia e o fim de semana, Jonathan Rea foi mais uma vez imparável e venceu pela 11ª vez no campeonato – quinta consecutiva no Autódromo Internacional do Algarve – depois de assumir a liderança logo na segunda das 20 voltas de corrida, ele que arrancou na nona posição», conclui o AIA.

Comentários

pub
pub