Centeno na apresentação do PS em Alcoutim motiva queixa do PSD à CNE

O PSD/Algarve vai apresentar uma queixa à Comissão Nacional de Eleições (CNE) devido à presença de Mário Centeno, ministro das […]

Foto de Arquivo

O PSD/Algarve vai apresentar uma queixa à Comissão Nacional de Eleições (CNE) devido à presença de Mário Centeno, ministro das Finanças, na apresentação da recandidatura do socialista Osvaldo Gonçalves à Câmara de Alcoutim.

Para o PSD, a presença de Mário Centeno neste evento, tendo sido anunciado enquanto ministro das Finanças, configura um caso de participação de um membro do Governo em iniciativas de «caráter exclusivamente político e eleitoral».

Os social-democratas acusam o PS de apropriar-se da “máquina” do Estado para ganhar vantagem na corrida às eleições autárquicas de 1 de Outubro.

O PSD considera que esta é «uma atitude claramente consciente, com a qual procuram criar nos cidadãos a ideia de que os seus problemas só podem ser resolvidos se todas as estruturas político-administrativas nacionais e locais, nomeadamente o Governo, as Câmaras Municipais e as Juntas de Freguesia, forem todas da mesma “cor” político-partidária».

Em comunicado, os social-democratas algarvios dizem que esta situação, além da queixa à CNE, «leva-nos a apelar aos alcoutenejos para que, no próximo dia 1 de Outubro, não deixem de, através do seu voto, manifestar a sua profunda indignação pelo sucedido».

Comentários

pub
pub