Arte e música invadem Odemira e Castro Verde em mais um “Sete Sóis Sete Luas”

Um concerto de Carminho, em Castro Verde, é apenas uma das atrações do Festival “Sete Sóis Sete Luas”, que passará […]

Carminho

Um concerto de Carminho, em Castro Verde, é apenas uma das atrações do Festival “Sete Sóis Sete Luas”, que passará também por Odemira, ao longo do mês de Setembro.

O espetáculo da fadista é no dia 10 de Setembro, às 19h00, no Anfiteatro Municipal.

Em Odemira, as iniciativas previstas realizam-se a 16, 17 e 30 de Setembro, ao passo que em Castro Verde tudo se desenrola de 8 a 10 do mesmo mês.

E o que é que vai poder encontrar neste festival que junta a arte do Mediterrâneo com a lusófona? No dia 16, a partir das 21h30, há, no Cineteatro Camacho Costa, em Odemira, “Cunfrontos 7 Sóis”, ou seja: «uma criação artística original que resulta do trabalho de 10 músicos provenientes do Brasil, Cabo Verde, Espanha, França, Portugal e ilha de Sardenha».

Todos se «encontraram para este projeto» que quer «partilhar tradições culturais e musicais e criar temas inéditos que testemunham a possibilidade de compreensão e colaboração», explica a Câmara de Odemira.

Já no dia seguinte, às 21h30, será a vez da companhia “Deabru Beltzak”, do País Basco, apresentar o teatro de rua “Su à Feu”.

Este é um «espetáculo cheio de efeitos especiais e pirotecnia que pretendem provocar no público uma mistura de emoções: curiosidade, admiração, medo e surpresa. Os Deabru Beltzak prometem levar para as ruas de Odemira o mistério e a magia dos seus ancestrais», acrescenta a autarquia.

Também em Odemira haverá a possibilidade de visitar uma exposição de pintura só que de Abdelkarim Elazhar, natural de Marrocos. A mostra abre ao público no dia 30, na Biblioteca José Samarago, com direito, na ocasião, a uma degustação de pastelaria marroquina.

Nos dias 28, 29 e 30 de Setembro será realizado um laboratório de pintura para estudantes das escolas do concelho, com Abdelkarim Elazhar. Quanto aos estudantes da área de hotelaria terão a possibilidade de participar num laboratório de pastelaria marroquina, orientado por Nadia El Firiqi, nos dias 29 e 30 de Setembro.

Abdelkarim Elazhar nasceu na antiga cidade portuguesa de Azemmour em Marrocos. Completou a sua formação superior artística na vertente de gravura na Escola de Belas Artes de Tetouan, Bruxelas e Liège.

«A inspiração de impressões, o minimalismo de formas e cores e o efeito desbotado, servem para lembrar a sua pluralidade e dimensão enquanto artista. Elazhar esboça figuras com cores mosqueadas, é um universo assustador que, paradoxalmente, tem a particularidade de nos apaziguar», conta a Câmara de Odemira.

Ainda em Odemira, o italiano Mario Incudine subirá ao palco do Cineteatro Camacho Costa, no dia 17, às 22h15.

«Ator, cantor, músico, compositor, eis os muitos rostos deste artista extraordinário. Mario Indudine, através de um estilo brilhante e teatral e digno herdeiro da grande tradição dos “canta-histórias” sicilianos, exprime através da música o seu amor pela sua terra: a Sicília», conclui a Câmara de Odemira.

Para consultar a programação completa para Castro Verde clique aqui. Já se quiser conhecer todas as iniciativas do “Sete Sóis Sete Luas” para Odemira basta clicar aqui. 

Comentários

pub
pub