Algarve tem uma «das taxas de compromisso mais elevadas» do Portugal 2020

O Algarve tem «das taxas de compromisso mais elevadas dos programas operacionais regionais do atual quadro comunitário do Portugal 2020», […]

Francisco Serra, presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve

O Algarve tem «das taxas de compromisso mais elevadas dos programas operacionais regionais do atual quadro comunitário do Portugal 2020», de acordo com Francisco Serra, presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve. 

 

A taxa de compromisso do CRESC Algarve «neste momento é na ordem de 40% e, para o final deste ano, esperamos alcançar um valor próximo dos 60%», referiu aquele responsável durante um briefing, promovido pela Delegação Regional na Ordem dos Economistas, em Faro.

O presidente da CCDR Algarve disse que «o mérito desses resultados do Portugal 2020 se deve às empresas e às autarquias que perceberam a necessidade de apresentar projetos inovadores e alinhados pela estratégia de especialização inteligente».

Um dos exemplos entre vários replicáveis à escala nacional é o da Infralobo.

O CRESC Algarve 2020 dispõe de 319 milhões de euros de fundos da União Europeia (FEDER e Fundo Social Europeu), sendo 140 milhões destinados às empresas.

Comentários

pub
pub