Taxista assassinado a tiro de caçadeira à porta de café em Monchique

Um homem de 70 anos foi assassinado, ontem à noite, 11 de Julho, a tiro de caçadeira à porta do […]

Homem de 70 anos morto a tiro junto ao café A Fonte, em Monchique_Imagem TVI

Um homem de 70 anos foi assassinado, ontem à noite, 11 de Julho, a tiro de caçadeira à porta do café “A Fonte”, no Cabeço de Ferro, em Monchique.

Ao que o Sul Informação apurou, a vítima era taxista e conhecida em Monchique como senhor Pacheco.

O taxista terá sido atingido à porta do café, na sequência de uma discussão que envolveu o alegado homicida e um terceiro homem.

Segundo apurou o nosso jornal, o atacante terá ido ao carro buscar a caçadeira e disparou, acabando por atingir mortalmente o taxista, «uma pessoa muito querida na terra», que tinha ido ao local em serviço.

A discussão terá começado devido ao alegado envolvimento do homem com a companheira do homicida, que explora o café.

O atacante, conhecido na vila como Coquinha, trabalha na Câmara de Monchique, já tendo histórico de violência doméstica.

De acordo com a TVI, «o autor dos disparos foi imobilizado por populares e retido até à chegada das autoridades». O alerta foi dado às 22h30 e a «vítima ainda foi assistida pelos bombeiros e INEM, mas não resistiu aos ferimentos».

No local também esteve a GNR e a PJ, num total de 25 operacionais e 10 veículos.

Comentários

pub
pub