Aljezur vai viver “Momentos Fantásticos com Património”

A iniciativa “Momentos Fantásticos com Património” passa por Aljezur no dia 15 de Julho, a partir das 17h00, com o […]

A iniciativa “Momentos Fantásticos com Património” passa por Aljezur no dia 15 de Julho, a partir das 17h00, com o mote “Lugares Falados em Comum”. 

As atividades a realizar passam pela afirmação da «interculturalidade resultante da presença do cruzamento de povos e culturas, através da dinamização de atividades multidisciplinares com uma forte componente cultural, criativa e educativa», segundo a Direção Regional de Cultura do Algarve (DRCAlg).

O programa inicia-se às 17h00 com “Lugar do Passado e do Presente – Que lugar é este?”, uma caminhada interpretativa pelo centro histórico de Aljezur, onde se propõe uma reflexão em torno da cultura, identidade e do património – “Que lugar é este?” e qual é o seu contributo e papel nos “Lugares de Globalização”.

O ponto de encontro será junto ao Mercado Municipal. Esta é uma atividade que requer inscrição, através de sonia.felicidade@vicentina.pt

O Chá das 5 – Grupo de Leitura Teatral terá início às 18h30 no castelo de Aljezur. Esta é uma criação de Neusa Dias, Paula Gonçalves, Cristina Chafirovitch, Inês Cardoso e Marta Gorgulho, acolhida pela Rizoma Lab.

Neste programa, dedicado ao tema “Lugares da Globalização”, textos de teatro desafiam-nos a pensar sobre as forças e poderes da globalização em países outrora colonizados por Portugal.

O público será convidado a participar, quer sejam crianças, jovens ou adultos, que pretendam fazer parte do espetáculo e experienciar a possibilidade de interpretar personagens. Será apresentado o texto de “As Orações de Mansata”, de Abdulai Sila, escritor natural da Guiné-Bissau.

Às 20h30 está prevista a apresentação de Conto Dançado “Milho por Peixe”, um projeto de Arantxa Joseph, que privilegia a interação com o público, e que tem como ponto de partida as danças do continente africano e os contos e fábulas tradicionais das sociedades da sua costa ocidental.

“Milho Por Peixe” tem como referência um conto tradicional recolhido na República do Togo e, além de procurar divulgar valores de entreajuda e tolerância, pretende promover uma maior aproximação da população portuguesa, proveniente de diversos backgrounds culturais, à cultura africana.

A partir das 18h00 estará assegurado o serviço de comida e de bebida junto ao recinto do Castelo de Aljezur.

“Momentos Fantásticos com Património: Lugares falados em Comum” irá acontecer ainda na Fortaleza de Sagres, no dia 23 de Setembro, com um programa multidisciplinar, desta vez com a apresentação do “O Pagador de Promessas” do dramaturgo brasileiro Dias Gomes, pelo Chá das 5- Grupo de leitura teatral, um atelier para crianças, “Petiscos e Sabores a Lusofonia”, entre outra actividades.

E com a “magia” de poder pernoitar e sonhar neste lugar.

Esta é uma programação da Vicentina – Associação para o Desenvolvimento do Sudoeste, para o DiVaM 2017 – Dinamização e Valorização dos Monumentos, programa cultural da Direção Regional de Cultura do Algarve.

 

Comentários

pub