Biblioteca de Loulé tem mais 20 mil livros graças a Cavaco e Oliveira Martins

A Câmara de Loulé agradeceu, no passado sábado, 27 de Maio, numa cerimónia pública, a oferta de 5 mil livros, […]

A Câmara de Loulé agradeceu, no passado sábado, 27 de Maio, numa cerimónia pública, a oferta de 5 mil livros, por parte de Cavaco Silva, e de outros 15 mil, de Guilherme d’Oliveira Martins, à Biblioteca Municipal Sophia de Mello Breyner Andresen.

As obras, já estão disponíveis para consulta do público em dois fundos documentais daquela Biblioteca, com o nome dos dois ex-governantes.

Quanto aos livros de Cavaco Silva, depois de em Fevereiro de 2016 ter sido assinada uma ata de entrega dos livros, foi celebrado durante esta sessão um protocolo de doação, através do qual Cavaco Silva cede um fundo bibliográfico, cujos livros foram catalogados pelo Serviço de Arquivo e Documentação da Presidência da República, e que versam em áreas como a História, Literatura, Diplomacia, Política, Economia, Gestão e Artes.

No que diz respeito a Guilherme d’Oliveira Martins, o protocolo de doação já tinha sido celebrado, e irá possibilitar que perto de 15 mil livros, sobretudo na área da pedagogia, passem a fazer parte do “Fundo Professor Doutor Guilherme d’Oliveira Martins”. Neste caso a catalogação por parte dos técnicos municipais está ainda em curso.

Vítor Aleixo, presidente da Câmara de Loulé, sublinhou a «feliz coincidência» de duas figuras públicas, louletano de nascimento, no caso do antigo Presidente da República, e de raízes familiares, no caso de Oliveira Martins (filho de uma algarvia de Boliqueime), terem tido a generosidade de ceder este conjunto de obras, num «gesto altruísta que não está ao alcance nem é apanágio de qualquer um».

Segundo o autarca, «Loulé passou a ter um tesouro ao dispor de todos pois todos estes livros irão ficar completamente disponíveis para consulta e fruição de todos e ao serviço do saber, do conhecimento e da criação».

Durante a sessão de agradecimento, o antigo Presidente da República recordou alguns momentos da sua infância e juventude passados em Loulé e Boliqueime, a freguesia que o viu nascer. «Sinto orgulho pelas minhas raízes algarvias estarem no concelho de Loulé», afirmou.

Para Cavaco Silva, o critério de escolha das obras destinadas à Biblioteca de Loulé foi fácil, fruto até do trabalho realizado pelo Serviço de Arquivo e Documentação da Presidência da República.

«Retenho aqueles livros de que, do ponto de vista de trabalho, posso ainda precisar. E depois, eu e a minha mulher, retemos aqueles livros que não tivemos tempo de ler durante a nossa vida e queremos ler agora ou outros que já lemos e que queremos voltar a ler», explicou o antigo Presidente da República.

Já Guilherme d’Oliveira Martins referiu que este «é um pequeno contributo, enorme para a cultura, em nome da ligação a Loulé e Boliqueime».

Nesta ocasião, o antigo Ministro das Finanças e da Educação e ex-presidente do Tribunal de Contas, falou da profunda ligação da patrona da Biblioteca Municipal de Loulé – Sophia de Mello Breyner Andresen – ao Algarve, uma «ligação entre o Atlântico e o Mediterrâneo».

Guilherme d’Oliveira Martins «referiu ainda a vontade e o empenho para trazer para o Algarve a Capital Europeia da Cultura 2027», conta a Câmara de Loulé.

Após a sessão pública de agradecimento, toda a comitiva realizou uma visita à Biblioteca Municipal.

Neste momento, Cavaco Silva aproveitou para entregar ao presidente Vítor Aleixo mais um livro, neste caso da sua autoria, escrito após ter cessado as funções de Presidente da República.

Comentários

pub
pub