Colónia de cegonhas à beira da EN125 em Odiáxere é atração

Há anos que o ninho das cegonhas vai crescendo em altura, cada vez com mais pauzinhos e pequenos pedaços de […]

Há anos que o ninho das cegonhas vai crescendo em altura, cada vez com mais pauzinhos e pequenos pedaços de plástico, apoiado nas garrafas de gás cor de laranja. Este é apenas um dos mais curiosos ninhos da colónia de cegonhas (Ciconia ciconia) que tem crescido a olhos vistos à beira da EN125, à entrada de Odiáxere (Lagos).

Há ainda ninhos em cima de várias oliveiras que em tempos alguém transplantou para ali, há um lá no alto, no topo da torre de iluminação do estádio de futebol vizinho. E nos campos ali à volta, a curta distância da Ria de Alvor, pode ver-se as cegonhas à procura de alimento.

O espetáculo é tal que, ao longo do dia, há dezenas de pessoas, em especial turistas amantes de aves, que param à beira da estrada para ver e fotografar estas cegonhas, que não se importam com o barulho e o movimento da EN125, onde o trânsito não tem descanso.

Nesta altura do ano, com a Primavera quase a começar, as cegonhas estão nos seus ninhos a chocar os ovos, mas até já há alguns onde espreitam os pequenos cegonhos acabados de nascer. E os pais andam numa azáfama, dividindo a tarefa de apanhar comida e chocar os ovos ou cuidar dos filhotes.

Tirando partido destas cegonhas super-stars, até a barraca de venda de couves situada ali ao lado, à beira da estrada e do campo onde os legumes são cultivados, está decorada com duas cegonhas…mas estas são de plástico.

 

Fotos: Elisabete Rodrigues|Sul Informação

 

Comentários

pub
pub