Fernando Santos e Antonio Spadaro vêm ao Algarve falar aos padres do Sul

Personalidades como o selecionador de Portugal Fernando Santos, o diretor da revista «La Civiltà Cattolica», padre Antonio Spadaro, o antigo […]

Personalidades como o selecionador de Portugal Fernando Santos, o diretor da revista «La Civiltà Cattolica», padre Antonio Spadaro, o antigo governante Guilherme d’Oliveira Martins ou o musicólogo Rui Vieira Nery vêm este mês ao Algarve falar ao clero das dioceses do sul do país, sobre a importância de levar “Levar Cristo às periferias humanas e existenciais: os novos areópagos”.

Este será mesmo o tema da atualização de bispos, padres e diáconos das dioceses do Algarve, Beja, Évora e Setúbal, que volta a realizar-se, uma vez mais, em território algarvio.

Promovida pelo décimo ano consecutivo pelo Instituto Superior de Teologia de Évora, a iniciativa está agendada para os dias 16 a 19 deste mês, tendo lugar no Hotel Júpiter, em Portimão.

Além das personalidades já referidas, a formação do clero do sul contará ainda com a intervenção de Martín Carbajo, da Pontifícia Universidade Antonianum (Roma), de Rui Marques, coordenador da Plataforma de Apoio aos Refugiados, de Ana Paula Amendoeira, diretora regional de Cultura do Alentejo, e do padre Francisco Couto, reitor do Santuário de Vila Viçosa.

Antonio Spadaro, sacerdote jesuíta, escritor e teólogo particularmente ligado ao estudo da “Ciberteologia” e um dos mais próximos conselheiros do Papa Francisco (conhecido por ter realizado a primeira grande entrevista ao Sumo Pontífice), apresentará duas conferências: a primeira no dia 16 deste mês, sobre o tema “As periferias geográficas e a misericórdia” e a segunda no dia 17, intitulada “Desafios pastorais da cultura digital”.

Este autor é igualmente especialista em literatura, com diferentes trabalhos publicados nesta área, sendo, ainda, consultor para o Conselho Pontifício para as Comunicações Sociais.

No segundo dia (17 de Janeiro), serão também proferidas duas conferências de Martín Carbajo, investigador na área da ética da comunicação, sobre os temas “Redes Sociais e Comunicação Social, Cuidados a ter e apostas a fazer” e “Notas para um projeto nacional ou regional dos mass media ao serviço da evangelização”.

A 18 de Janeiro, serão realizadas duas mesas redondas sobre “Áreas prioritárias na Ação Pastoral da Igreja”, sendo que a primeira contará com a participação de Ana Paula Amendoeira, no âmbito da cultura, de Guilherme d’Oliveira Martins, no âmbito da política, e de Rui Vieira Nery, no âmbito da música, e a segunda com Rui Marques, no âmbito da interculturalidade, do padre Francisco Couto, no âmbito da religiosidade popular, e de Fernando Santos, no âmbito do desporto.

No último dia da atualização do clero, haverá um painel sobre “boas práticas” existentes nas dioceses do sul, composto por representantes de cada uma para “partilha e aprendizagem mútuas”.

Comentários

pub
pub