Coro da Missionart leva «Gloria» de Vivaldi a Faro, Lagos e Portimão

O coro da Missionart vai levar «Glória», a obra mais conhecida de António Vivaldi, à Sé de Faro no dia […]

O coro da Missionart vai levar «Glória», a obra mais conhecida de António Vivaldi, à Sé de Faro no dia 16 de Dezembro, ao Centro Cultural de Lagos, no dia 21 do mesmo mês, e à Igreja Matriz de Portimão no dia 7 de Janeiro de 2017. Todos os concertos começam às 21h00.

Estes concertos, que duram uma hora, vão estar divididos em duas partes: o primeiro consistirá na apresentação de algumas peças musicais barrocas pelo «Algarve Camerata» e uma formação de cordas dirigida pelo maestro João Rocha, constituída por professores de música da Academia de Música de Lagos.

No segundo momento, dirigidos pelo maestro Henrique Ramiro, nos concertos em Faro e Portimão, e pelo maestro João Miguel Cunha, no concerto em Lagos, o coro, constituído por cerca de 50 vozes na companhia das orquestras Amadeus e Joly Braga Santos, apresenta a obra sacra «Gloria» de Vivaldi.

Os concertos contarão, ainda, com a participação especial do organista e cravista brasileiro Handel Cecílio, que fez parte da sua formação musical na cidade de Coimbra. Já os solistas serão Joana Godinho e Carina Ferreira, e João Pedro Cunha como concertino.

Como o órgão da Sé de Faro comemora 300 anos desde a sua inauguração, o concerto na capital algarvia integra a comemoração desta efémeride, assim como o facto de se cumprirem 200 anos da morte do Bispo Dom Francisco Gomes do Avelar, Bispo do Algarve entre 1789 e 1816.

O texto desta obra «Gloria» tem origem no antigo hino cristão Gloria in excelsis Deo que é cantado nas igrejas desde o século II. Começa com a aparição e cânticos dos anjos aos pastores, relatado no evangelho segundo São Lucas, anunciando o nascimento de Jesus.

O texto latim de «Gloria» começa com «Gloria in excelsis Deo et in terra pax homínibus bonae voluntátis, Laudámus te, benedícimus te, adoramus te», que em português quer dizer: «Glória a Deus, ao mais alto dos céus, paz na terra aos homens de boa vontade. Nós te louvamos, nós te bendizemos, nós te adoramos».

A entrada é livre para os concertos de Faro e Portimão, ao passo que em Lagos custa 8 euros cada entrada.

A Missionart é uma associação recém-criada no Algarve que tem como objetivo promover e dinamizar a música e outras formas de arte. Esta associação surge da necessidade de estruturar e dar corpo a projetos desenvolvidos ao longo do último ano, como o musical «Um Natal Iluminado, apresentado no Natal de 2015 em Portimão, com a chancela da Associação de Igrejas Baptistas do Algarve, e colaboração da Academia de Música de Lagos e Conservatório de Música Joly Braga Santos.

 

Comentários

pub
pub